Oscar 2019: Por causa de Roma, Yalitza Aparicio trocou salas de aula pelas premiações

Por Metro Jornal
logo oscar 2019

A mexicana Yalitza Aparicio tem apenas 25 anos e viu sua vida se transformar depois que foi escolhida pelo diretor Alfonso Cuarón como protagonista de "Roma", um dos filmes de 2018 e candidato ao Oscar, que será realizado no próximo domingo, 24 de fevereiro.

Ela também foi indicada ao Oscar de melhor atriz. Mas, até anos atrás, ela era professora e nunca havia estudado interpretação. "Roma" é, portanto, seu primeiro filme.

Segundo Yalitza, a irmã a convenceu a fazer o teste e ela acabou aceitando muito mais pelo pagamento. Honesta, ela disse na cara de Cuarón. "Não tenho coisa melhor".

O papel de Cleo lhe caiu nas mãos um mês depois de sua formatura como professora, algo pelo qual ela ainda é apaixonada. "Se eu conseguir fazer uma criança amar de verdade o que ela faz e quando eu encontrá-la de novo, ela disser: 'oi, professora, eu sou médico, ou eu sou engenheiro, me faria chorar saber que eu fiz parte desse processo", contou ela.

Ela diz que quis desafiar expectativas ao começar a estudar. "As pessoas me diziam: 'por que você estuda? Um, você é mulher. Dois, você não tem a cor certa. Três, sua posição econômica  não ajuda. Você vai acabar casando e sendo empregada doméstica. Eu poderia ficar nesse quadrado ao qual eles dizem que eu pertenço", contou, em entrevista.

Ela pretende continuar atuando, mas se diz ainda assustada. "Aceitaria fazer outros papéis, se possível. Mas acho que cada filme é diferente e claro que eu teria de estudar interpretação".

Veja mais fotos da estreia da atriz no cinema:

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo