Policial de Nova York é investigado por mandar equipe atirar no rapper 50 Cent

Por Metro Jornal

No último domingo, 17, o rapper norte-americano 50 Cent anunciou que está consultando seus advogados para proceder sobre uma ameaça feita indiretamente a ele por um inspetor do Departamento de Polícia de Nova York.

A acusação é que, em junho de 2018, o inspetor Emanuel Gonzalez disse, durante a preparação da patrulha de uma luta de boxe na qual o rapper estaria como espectador, teria dito a membros da equipe para "atirar"em 50 Cent.

O New York Daily News reportou que Gonzalez havia dito a seus policiais para "atirar assim que vissem" o rapper, mas depois afirmou que era uma piada. Mais de uma testemunha afirmou ter ouvido o comentário.

Um mês antes do ocorrido, o inspetor abriu uma denúncia de assédio contra o artista, afirmando que havia sido ameaçado pelo Instagram por ter investigado uma das boates que o rapper frequentava.

O músico ironizou a denúncia em posts nas redes sociais, dizendo que a polícia deveria "voltar a combater o crime". Sobre a ameaça posteriormente recebida pelo inspetor, ele descreveu Gonzalez como um "gângster com um distintivo".

50 Cent também aproveitou para dizer a seus seguidores: "Lembrem-se de que ainda há algumas pessoas boas trabalhando na polícia", "como os policiais que reportaram o que [Gonzalez] lhes disse".

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo