Oscar 2019: Como Christian Bale engordou e mais 8 curiosidades sobre Vice, indicado a melhor filme

Por Metro Jornal
Oscar 2019 vice

"Vice", filme de Adam McKay, tem oito indicações para o Oscar, cuja premiação será realizada no próximo domingo, dia 24 de fevereiro, em Los Angeles.

McKay, frequente colaborador de produções de humor, como "O Âncora", levou seu know-how da comédia para o mundo da política. Conta a história nebulosa de Dick Cheney, que foi vice-presidente nos governos de George W. Bush, entre 2001 e 2009.

O longa tenta mostrar como um jovem beberrão e irresponsável se torna o político ambicioso que, por vezes, toma decisões em lugar do próprio comandante do país.

Leia mais:
Crítica: Vice: Com 8 indicações ao Oscar, filme com Christian Bale é 'House of Cards' da vida real
A amizade real que fundamentou a história de Green Book e outros fatos sobre o filme

Em todas as fases, Cheney é vivido por Christian Bale (mais uma vez, irreconhecível).

Veja abaixo curiosidades de bastidores do filme:

  • Christian Bale contou que precisou fazer um trabalho de laboratório muito mais minucioso do que o normal, graças à maneira improvisada com que McKay dirige. Como ele também precisava adicionar 'cacos' durante as gravações, precisou dominar todo o linguajar que um político usa, incluindo órgãos institucionais e suas formas abreviadas. Isso tudo, claro, com o sotaque e forma de falar de Cheney.

 

Adam McKay nos bastidores de Vice Reprodução
  • O protagonista, conhecido como ator camaleão, graças a chocantes transformações físicas para seus papéis, precisou engordar 20 quilos para interpretar o político, 33 anos mais velho. Para ganhar peso, ele comeu tortas e mais tortas. O pescoço engrossou graças a uma técnica de exercícios específica. Ele também descoloriu as sobrancelhas e raspou a cabeça.
Christian Bale Getty Images
  • Dessa vez, porém, Bale contou com a ajuda de uma equipe de nutricionistas porque está muito mais preocupado com a sua saúde do que quando era mais jovem – e variou de esquelético a montanha de músculos, dependendo do personagem, diversas vezes. Ele estudou inclusive prevenção a infartos porque Cheney é cardíaco…
  • … e isso acabou salvando a vida de McKay: após filmar os diversos episódios de doenças do coração que Cheney sofreu ao longo da vida, acabou tendo um ataque cardíaco durante a pós produção. Ele se lembrou da descrição de infarto que recebeu do ator: náuseas e dor de estômago. Foi exatamente o que sentiu enquanto se exercitava e pediu para ser levado às pressas para o hospital.
  • Amy Adams, que interpreta Lynne Cheney, mulher e braço-direito do vice-presidente, manteve o tom de voz da personagem durante toda a filmagem – inclusive nos intervalos. A atriz diz que essa foi a primeira vez em que o personagem ficou 'incorporado' dessa maneira e ela até discutiu política com McKay com a voz de Lynne.
Vice Divulgação
  • O filme teria uma sequência musical para reforçar o tom de comédia. A cena foi cortada porque McKay decidiu tornar o filme mais sério.
  • Sam Rockwell, que interpreta George W. Bush, usou prótese no nariz e na boca para se parecer mais com o presidente.
Vice Divulgação
  • Ivanka Trump, filha de Donald Trump foi assistir ao filme junto com o marido, Jared Kushner. O casal foi visto deixando a sala de cinema no meio do filme.
  • Bale e Cheney fazem aniversário em 30 de janeiro. O político nasceu em 1941, enquanto que o ator veio ao mundo em 1974.
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo