Dirty John: A história real é tão pesada quanto a série da Netflix; saiba mais

Por Metro Jornal

AVISO DE SPOILER: O texto abaixo contém trechos da história

A série "Dirty John – O Golpe do Amor", disponível na Netflix desde o Valentine's Day – o equivalente ao Dia dos Namorados nos Estados Unidos e outros países – é, além de excelente suspense, um baita alerta sobre relações abusivas. Como mostrado nos 'disclaimers' a cada fim de episódio, a história é real com algumas poucas licenças dramáticas.

Leia mais:
Prepare a agenda! A lista das estreias da Netflix em fevereiro está aqui
O que The Umbrella Academy tem em comum com a banda My Chemical Romance?

Sim, o enredo de manipulação vivida pela designer de interiores Debra Newell (interpretada por Connie Britton) parece exagero dramatúrgico, mas aconteceu de verdade. Apenas cinco anos atrás!

A criadora Alexandra Cunningham se inspirou em um podcast do jornalista Christopher Goffard, que cobriu a história para o L.A. Times. Debra conheceu John Meehan (Eric Bana) em um aplicativo de encontros e mergulhou nesse relacionamento, ignorando os alertas de sua família, que se mobilizou para descobrir quem era aquele homem misterioso.

A produção utilizou nomes diferentes para a filha mais velha de Debra, Jacquelyn, e para o sobrinho Shad, entre outros personagens reais que não quiseram ser associados à série. Mas a maioria é bem próxima da realidade.

O desfecho violento também foi igual! (mas não vamos contar qual foi para quem ainda não assistiu ao último episódio). Abaixo, saiba mais sobre os personagens da vida real em "Dirty John – O Golpe do Amor",

John Meehan (interpretado por Eric Bana)

O apelido "Dirty John" (John desonesto) era real e lhe foi dado por amigos na faculdade de Direito. No fim dos anos 1980, Meehan já tinha uma folha corrida de respeito nas delegacias, graças a golpes e tráfico de drogas. Os esquemas desonestos tiveram um professor dentro de casa: o próprio pai, que foi responsável por criar John e sua irmã, Karen (na série, chamada de Denise e interpretada por Joelle Carter) em San Jose, cidade na Califórnia. John tinha mais um casal de irmãos, que não aparece na história.

Quando ele conheceu a enfermeira Tonia Sells (Sprague Grayden) – e se casou com ela – resolveu ter a mesma profissão. Mas seu vício em analgésicos e outras drogas acabaram com a possibilidade de continuar trabalhando em hospitais. Meehan teve duas filhas com Tonia. Ela só descobriu o passado conturbado do marido quando uma traição do marido veio à tona.

Debra apareceu na vida de John quando ele já tinha 55 anos. Após sair da cadeia, ele sobrevivia de pequenos golpes em mulheres para manter o vício e se dizia médico e veterano de guerra. John colecionava ordens de restrição de mulheres que perseguiu ao longo da vida.

Eric Bana Bana interpreta John na série da Netflix / Getty Images

Debra Newell (interpretada por Connie Britton)

Debra tinha 59 anos quando conheceu John, na Califórnia. Ela mantia um bem-sucedido negócio de decoração e se sentia solitária após quatro casamentos falidos.

Mãe de quatro filhos, dos quais aparecem na série apenas Trey (personagem secundário), Jacquelyn (na ficção, ganhou o nome de Veronica e é interpretada por Juno Temple) e Terra (Julia Garner), ela também é uma figura materna para seus sobrinhos Shad (chamado de Toby e vivido por Kevin Zegars) e Shane (que não aparece na série), depois que a irmã mais velha, Cindi, foi assassinada pelo marido.

Atualmente, ela vive em Nevada, onde tem uma loja de móveis e decoração. O papel na série rendeu uma indicação ao Globo de Ouro para Connie.

Connie Britton e Debra Newell, de Dirty John Connie Britton e a verdadeira Debra Newell / Getty Images

Jacquelyn/Veronica Newell (interpretada por Juno Temple)

Na série, a filha do meio de Debra antipatizou de cara com o homem que foi buscar sua mãe para um encontro vestindo bermuda e, com poucos minutos dentro da casa, sentiu-se à vontade para mexer nos objetos. "No segundo em que eu abri a porta, eu meio que olhei para ele dos pés à cabeça e pensei comigo mesma: 'que babaca"", disse Jacquelyn em entrevista ao podcast.

Desconfiada, ela levantou o passado do 'padrasto', mas demorou um ano e meio até convencer a mãe sobre o perigo que todos corriam. Quando Debra ainda estava com John, ele a ameaçou e perseguiu, atrapalhando seus estudos e empregos.

Juno Temple Getty Images

Terra Newell (interpretada por Julia Garner)

A filha caçuça de Debra foi mal recebida pelo padrasto de cara. "Ele me acusava de roubar minha mãe dele e de fuçar nas suas coisas; Me fez pensar o que ele estava tentando esconder".

À época em que a mãe começou a namorar John, ela morava com seu namorado e trabalhava em um pet shop. Apaixonada por animais, ela recebeu a ajuda de seu cão, Cash, em uma cena crucial da série.

Terra Newell real Dirty John Terra Newell, uma das vítimas de John Meehan / Getty Images
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo