Ed Sheeran reprisa no Brasil o show da turnê ‘÷ (Divide)’, maior sucesso comercial de 2018

Por Metro Jornal

Ele tem apenas 27 anos, cabelos ruivos bagunçados e cara de moleque, mas faz dinheiro como poucos. Apostando em seu carisma e em sua música de bom moço, Ed Sheeran volta ao Brasil nesta semana para engordar ainda mais o faturamento da turnê do disco “÷ (Divide)”, que já o trouxe para cá em 2017.

Leia mais:
‘A população amedrontada investe em arma’, diz Mateus Solano; ator dubla vilão em ‘Tito e os Pássaros’
‘Friends’ e outras séries podem deixar o catálogo da Netflix em breve

Ao longo de 2018, o artista britânico vendeu 4,8 milhões de ingressos e arrecadou US$ 432 milhões. Segundo o instituto Pollstar, essa é a turnê que mais lucrou ao longo de 12 meses. Ela segue até agosto e, se continuar assim, tudo indica que também pode se tornar a mais lucrativa da história, superando os 7,3 milhões de ingressos da turnê “360”, do U2, entre 2009 e 2011.

A grande diferença entre a banda de Bono e Sheeran, além do gênero musical de cada um, está na estrutura. Enquanto os irlandeses criam um espetáculo visual de cair o queixo, com banda completa de rock e megaprodução, o moço inglês sobe ao palco sozinho, de cara lavada, apenas com seu violão e os pedais com os quais grava ao vivo as bases do setlist pop que apresenta.

Diante de estádios lotados, essa atitude o torna vulnerável e igualmente adorável, justificando o culto em torno do autor de hits como “Castle on the Hill”, “Thinking Out Loud” e “The A Team”.

O show de amanhã está esgotado, mas ainda há entradas para vê-lo nesta quarta-feira (13) no Allianz Parque. Ele segue depois para Porto Alegre, onde se apresenta no domingo (16), mesmo dia em que celebra 28 anos. O que não falta são motivos para comemorar, não é mesmo?


Serviço
No Allianz Parque (av. Francisco Matarazzo, 1.705, Água Branca). Qua. e qui., às 21h. De R$ 230 a R$ 650.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo