Obra de Banksy que foi triturada é exposta na Alemanha com novo nome: "O Amor está na Lixeira"

Por Metro Internacional

O artista britânico Bansky atraiu as atenções de todo o mundo quando sua obra “Garota com Balão” se autodestruiu intencionalmente segundos após ter sido leiloada por £ 1,04 milhão (aproximadamente R$ 4,9 milhões), em outubro do ano passado, pela Sotheby’s.

A versão parcialmente retalhada de um dos grafites mais populares do misterioso artista recebeu um novo nome – “O Amor está na Lixeira” – e pode ser conferida até o dia 3 de março em uma exposição no museu Frieder Burda, em Baden-Baden, na Alemanha.

Vista pela primeira vez em 2002, na ponte Waterloo, em Londres, “Garota com Balão” foi eleita a obra de arte favorita do Reino Unido em 2017. A ideia de Banksy era destruir completamente esta versão da obra, mas o mecanismo falhou.

“Abrimos a moldura para encontrar o mecanismo de trituração e nos asseguramos de que as baterias tinham sido removidas e os fios cortados.” disse Henning Schaper, diretor do museu Frieder Burda.

Exposição busca questionar o mercado de arte

De acordo com o museu, a exposição é dedicada a apresentar obras de arte que se transformaram em ícones globais contemporâneos. Ela também busca evidenciar o contexto e as intenções de Banksy, ao mesmo tempo em que questiona as condições do mercado de arte que tornam seus desdobramentos possíveis.

Como Banksy é um grande defensor da democratização da arte, a exposição tem entrada gratuita. A obra parte em seguida para a Staatsgalerie, em Stuttgart, onde também poderá ser vista sem custo.

“Quando o martelo bateu, vimos a história ser feita. No processo de ‘destruição’ de uma obra de arte, uma nova foi criada.”, declarou um comunicado da casa de leilões Sotheby’s, após a venda da obra.

1 milhão de libras foi o valor pago pela obra por uma anônima, algo equivalente a quase R$ 5 milhões, mas especialistas estimam que o processo tenha valorizado a pintura em 50%.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo