Grey's Anatomy: Showrunner explica decisão de encerrar mais um capítulo da vida de Meredith Grey

Por Victória Bravo

A showrunner Krista Vernoff revelou o motivo que a fez decidir encerrar mais um capítulo na vida de Meredith (Ellen Pompeo) para sempre.

No décimo primeiro episódio da 15ª temporada de “Grey's Anatomy”, enquanto Catherine (Debbie Allen) sobrevive a uma cirurgia para a retirada de um tumor, Thatcher (Jeff Perry), o pai da Dra. Grey, morre durante uma conversa emotiva com a filha. Para Krista Vernoff, abordar o câncer com mais realismo foi um dos motivos dessa decisão:

“Queríamos contar uma história de diagnóstico, intervenção e sobrevivência. Muitas vezes vemos na televisão que o câncer é sinônimo de morte, ou após uma operação, o tumor é completamente removido e então o paciente sobrevive. Muitas pessoas vivem, mesmo com câncer, e essa era a história que queríamos contar, para garantir que as pessoas que estão nessa condição possam ser vistas novamente no diagnóstico de Catherine”, explicou.

Para que isso fosse possível, um personagem teria que morrer e o impacto não seria o mesmo se fosse apenas um paciente:

 “Organizamos situações realmente brutais e extremas, das quais esperávamos a morte de alguns personagens, mas eles sobreviveram. Se em nossos planos era necessário fazer Catherine sobreviver ao câncer e parecer um milagre, infelizmente alguém teria que morrer”.

De acordo com Krista, Elisabeth R. Finch, a roteirista do episódio, também queria que a história demonstrasse que a vida com câncer é imperfeita e que as pessoas podem seguir as intrusões do seu médico e mesmo assim terminar com destinos diferentes. Para Elisabeth “não existe uma forma correta de combater o câncer, pois enfrentar essa doença vai muito além de “ganhar ou perder”.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo