Netflix cria problemas com Parlamento canadense por usar imagens de acidente real em Bird Box

Por Juliana Santos

O Parlamento do Canadá aprovou uma moção nesta quarta-feira, 30, afirmando que a Netflix deve compensar as pessoas de Lac-Megantic, na província de Quebec, por usar imagens de um desastre ferroviário de 2013 no filme "Bird Box". As imagens mostram um trem carregando óleo que rolou por um declive, saiu dos trilhos e explodiu, formando uma enorme bola de fogo. O acidente deixou 47 mortos.

Embora a moção não seja vinculantes, ela é uma repreensão severa do Parlamento do Canadá para o uso das imagens da explosão ferroviária em "Bird Box" e na série "Viajantes".

Os membros do Parlamento votaram para exigir que a Netflix remova todas as imagens da tragédia em Lac-Megantic. A plataforma de streaming pediu desculpas, mas se recusou a removê-las. A empresa licenciou as filmagens do vendedor de imagens Pond 5.

LEIA MAIS:
Leonardo DiCaprio faz postagem sobre rompimento de barragem em Brumadinho
Warner confirma sequência de ‘Esquadrão Suicida’ e anuncia data de lançamento

Pierre Nantel, um legislador do Partido da Nova Democracia que apresentou a moção nesta semana, disse que não pode aceitar que a Netflix não remova a gravação. "Sabemos que as pessoas vão assistir a este filme e, novamente, essas imagens reais serão usadas", disse ele. "As pessoas em Lac-Megantic viram imagens de sua própria cidade queimando e poderiam imaginar seus próprios familiares ali", completou.

A Netflix se recusou a comentar o caso nesta quarta-feira, indicando apenas uma carta que a empresa enviou na semana passada à ministra da cultura de Quebec em resposta às preocupações manifestadas por ela.

Na carta, a diretora de política pública da Netflix, Corie Wright, disse que a empresa "entende que muitos sentem frustração e tristeza ao ver imagens desse trágico evento", mas isso não pode fazer mudanças em um "conteúdo finalizado". Fonte: Associated Press.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo