Série ‘Unbreakable Kimmy Schmidt’ dá a última risada

Por Metro Brasília com Metro Internacional

A avó de um personagem já foi interpretada por uma marionete; um dos melhores amigos da protagonista é um robô e a atriz Jane Krakowski, loira de olhos azuis, interpretava uma indígena cherokee. Tudo que poderia despertar o riso pelo absurdo aconteceu ao longo das quatro temporadas de “Unbreakable Kimmy Schmidt”, que acaba de ter seus últimos episódios lançados pela Netflix.

Leia mais:
Filmes na TV: O Cheiro do Ralo, Licença para Casar e outros destaques desta quinta
‘Vice’: Com 8 indicações ao Oscar, filme com Christian Bale é ‘House of Cards’ da vida real

Embora nunca tenha estado entre as séries mais comentadas do serviço de streaming, a comédia non-sense manteve uma audiência cativa até seu desfecho, muito por sempre manter uma atmosfera positiva e divertida perante uma trama que, na verdade, é triste: a vida de uma garota que fica trancada em um bunker durante toda a adolescência após ser sequestrada por um religioso maluco e que tem de descobrir como é viver em um mundo pós-invenção dos iPhones.

Embora Ellie Kemper sempre tenha vivido a protagonista com genialidade, nos episódios recém-lançados – a segunda parte da 4ª temporada – é Titus Burgess (Titus Andromedon) que rouba a cena ao ver seu sonho de tornar-se uma estrela de cinema cada vez mais próximo de se realizar. O ator conversou com o Metro Jornal sobre a emoção de gravar os últimos episódios da série.

“Enquanto gravávamos, estava participando no novo filme de Eddie Murphy, então não tive a oportunidade que gostaria de ter tido para passar realmente por minha fase de luto pelo fim da série. Mas eu saí de lá com todas as recordações de ter participado dessa experiência maravilhosa”, diz o ator que ganhou quatro Emmys pelo papel.

Outro queridinho do público, Mike Carlsen, que interpretou Mikey Politano, par romântico do Titus, também descreveu com muito apreço os seus últimos dias no set de filmagens. “Vou sentir saudade desta alma que tenho encarnado durante quatro anos. Há uma verdade e uma alegria em Mikey. Ele tem um coração especial e eu acho que o mundo precisa de mais dele”, defendeu o ator.

A série termina tão absurda quanto começou, embora em sua reta final ganhe a sentimentalidade do desfecho. Ainda assim, segue como uma das atrações mais originais do catálogo na Netflix.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo