Netflix pede para que usuários não assistam uma das suas séries sozinhos

Por Victória Bravo

Uma das últimas séries que entrou para o catálogo da Netflix em janeiro veio acompanhada de um alerta aos espectadores: procurem uma companhia e não assistam a produção sozinhos!

O streaming fez suspense com a série de quatro episódios “Conversando com um Serial Killer: Ted Bundy”, um dos assassinos mais famosos dos anos setenta.

A plataforma de transmissão decidiu produzir e lançar este programa para o trigésimo aniversário da morte do criminoso, que ocorreu 24 de janeiro de 1989 na prisão.

LEIA TAMBÉM:
Para concorrer com a Netflix, Apple deve lançar serviço de streaming em abril

Ted Bundy se tornou famoso no mundo todo e, devido a sua figura misteriosa e enigmática que, conseguiu fazer centenas de mulheres se apaixonassem mesmo após ter confessado o assassinato de pelo menos trinta pessoas entre 1974 e 1978.

A produção apresenta sessões de Ted Bundy com os jornalistas investigativos Stephen Michaud e Hugh Aynesworth e mostra conversas abertas sobre vários assassinatos. Além das sessões com os dois jornalistas, são exibidas imagens dos arquivos do caso e audiências judiciais.

Mas afinal, o aviso da Netflix é realmente necessário?

As opiniões daqueles que já conferiram a produção são bastante conflitantes nas redes sociais: alguns usuários definem os episódios como perturbadores, já outros não consideram o conteúdo tão delicado.

E aí, vai arriscar ver a série sozinho?

Ted Reprodução / Giphy
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo