Oscar 2019: você sabe qual é a diferença entre as categorias Mixagem e Edição de Som?

Por Fred Lopes - Metro São Paulo
logo oscar 2019

A entrega dos prêmios relacionados aos sons dos filmes sempre causa alguma confusão entre os espectadores que acompanham as cerimônias do Oscar.

Muita gente pensa que as categorias de Edição de Som e Mixagem de Som indicam a mesma coisa. Só que não. Elas são coisas completamente distintas, mas que podem ser um pouco complicadas de entender.

A grosso modo, o editor de som é quem define o que a gente vai ouvir no filme. É a equipe de edição de som quem capta o áudio durante as gravações, sejam elas em estúdio ou em áreas externas. Por isso mesmo, também são eles quem gravam os barulhos dos objetos que vão aparecer em cena, os efeitos sonoros e os sons ambientes, de fundo.

Leia mais:
Confira a lista completa de vencedores do SAG Awards 2019
Oscar 2019: mãe reclama de indicação de curta inspirado em assassinato do filho

Neste ano, por exemplo, temos o filme da Marvel "Pantera Negra" entre os indicados. Um filme de ação que com certeza pediu muito da equipe de edição de som. Foram eles os responsáveis por controlar cada barulho de tiro ou bomba que ouvimos no cinema.

Outro que merece atenção é "Um Lugar Silencioso". Considerando apenas o título, pode até parecer uma contradição que um filme que trabalha o silêncio tenha sido indicado ao Oscar de Melhor Edição de Som. Mas aí está o truque: afinal, o que seria do terror estrelado por Emily Blunt sem uma boa produção da paisagem sonora?

Mas então o que a equipe de mixagem de som faz?

Eles misturam o som, literalmente. Parece bobo, mas é essa equipe – que só vai trabalhar na pós-produção – que diz como a gente ouve o filme. São eles quem controlam os volumes de cada efeito sonoro captado pelo editor, qual deles vai ter prioridade, como eles vão interagir entre si e – o mais importante! – como eles vão casar com a trilha sonora.

Outro concorrente deste ano, "Bohemian Rhapsody", é um bom exemplo de vários sons interagindo ao mesmo tempo e funcionando perfeitamente com a trilha sonora para compor cenas impactantes. A grande quantidade de músicas no filme não impedem que o espectador entenda o "clima" do momento. Pelo contrário, elas ajudam a construir ou aliviar a tensão na tela.

E será que podem ocorrer problemas nisso?

Para exemplificar, vamos usar o caso do filme "Dunkirk", da temporada passada, já que muitos críticos de cinema reclamaram do volume extremamente alto em alguns momentos – ainda que o diretor Christopher Nolan tenha dito que ficou exatamente como ele imaginava.

O que acontece é que o barulhão pode prejudicar a compreensão de alguns diálogos, por isso esse é um trabalho que deve ser feito com bastante cuidado pela equipe de mixagem. Mesmo com as reclamações, "Dunkirk" levou o Oscar de Melhor Edição de Som e Melhor Mixagem de Som.

Lembrando que a edição 2019 da premiação acontece no dia 24 de fevereiro.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo