Caio Castro é condenado a pagar indenização por agredir fotógrafo

Por Estadão Conteúdo

O ator Caio Castro foi condenado a pagar uma indenização no valor de R$ 7 mil ao fotógrafo André Ligeiro. Em 2016, Caio agrediu Ligeiro em uma festa em Trancoso, na Bahia. A informação foi publicada no Diário Oficial do Estado de São Paulo na quarta-feira, 24.

Na ocasião, uma assessora teria pedido que Caio "não fosse fotografado por conta de marcas patrocinadoras concorrentes no evento". O pedido não foi obedecido por André, que tirou uma foto do ator, que se irritou com o flash.

LEIA MAIS:
Alec Baldwin é obrigado a fazer curso de controle de raiva após briga em estacionamento

Em entrevista à Glamour, em 2016, Ligeiro falou sobre o ocorrido: "Eu corri enquanto outro fotógrafo segurou o Caio e mais uma pessoa tentou ficar na frente do ator. Mas Caio puxou a minha camiseta e me deu uma cabeçada."

"Veio depois tentar pedir desculpas, mas não senti verdade. A minha cabeça e olho começaram a sangrar. Fui atendido pela ambulância e fui pro hospital tomar três pontos no supercílio"

Posteriormente, em seu Facebook, Caio também falou sobre a situação, reconhecendo que errou na ocasião e pedindo desculpas ao fotógrafo, à sua família e aos seus fãs.

"Estava meio nervoso, era uma falta de respeito. A gente pediu gentilmente, cordialmente para não fazer foto. Ele fez a foto e saiu correndo. Por que ele saiu correndo? Por que ele viu que foi pedido que não era pra fazer foto."

A assessoria de Caio Castro divulgou uma nota sobre o ocorrido: "A ação tramita em segredo de justiça, por isso, respeitando uma decisão judicial, não iremos nos pronunciar sobre o caso. Os advogados do ator estão em busca do responsável pelo vazamento das informações que serão responsabilizados nos termos da Lei."

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo