Johnny Depp diz ter provas de que não agrediu Amber Heard

Por Metro Jornal

O ator Johnny Depp apresentou novos documentos à Justiça, que apontariam sua inocência no caso de agressão contra sua ex-esposa, a também atriz Amber Heard.

O episódio aconteceu em maio de 2016, quando Heard denunciou Depp por agressão, chegando a postar fotos em que aparecia com o rosto machucado. Na época, um vídeo de uma briga do casal também circulou nas redes sociais.

Leia mais:
Morre ator Caio Junqueira, de 'Tropa de Elite', aos 42 anos
Anitta lança cover de ‘thank u, next’, de Ariana Grande; ouça

De acordo com o site TMZ, os documentos incluem novas testemunhas, que dizem ter visto a atriz saindo do apartamento no dia da agressão, mas que ela não apresentava nenhum ferimento.

Uma das testemunhas, inclusive, afirma não ter visto nenhum sinal no rosto da atriz até sete dias após a denúncia. Além disso, Depp também reforçou que os policiais que atenderam ao casal não perceberam nenhum machucado em Heard.

O ator está processando o jornal The Sun por difamação. O tabloide inglês afirmou na época que Depp era um "espancador de esposa".

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo