Clássico dos anos 2000, game 'Ragnarok' ganha versão para celular

Por Bruno Bucis - Metro Brasília

Ao lado de “Warcraft” e “Perfect World”, “Ragnarok” formava a tríade de RPGs on-line dos anos 2000. Lançado em 2002, o jogo para computador foi o maior sucesso da produtora Gravity e chegou a ter 25 milhões de usuários  em 2007 – o maior de todos naquela época.

Com o desenvolvimento da indústria de games, porém, o título parecia ter sido deixado nos museus dos jogos eletrônicos. Por isso a surpresa quanto à enorme quantidade de downloads de uma nova versão recém-lançada no Brasil do jogo, agora para smartphones.

Com mais de 100 mil downloads só na Google Play em menos de 15 dias de lançamento – o jogo também está disponível para iOS –, “Ragnarok M: Eternal Love” é praticamente uma reprodução do jogo original.

Leia mais:
Icarus Falls: como Ícaro, novo CD de Zayn não decola
Jornada de aceitação da diversidade guia livro ‘Boy Erased – Uma Verdade Anulada’

Novamente o usuário é transportado para um mundo de fantasia em que os jogadores são responsáveis por evoluir seus personagens e colaborar juntos em missões contra criaturas sensivelmente mais poderosas que eles.

São seis classes disponíveis para que seu novato evolua: mago, guerreiro, acólito, arqueiro, ladrão e mercador. Cada uma das classes tem um poder específico (os acólitos, por exemplo, são feitos para suporte, não para ataque) e uma árvore de evolução específica que determina também o visual de seus personagens. Algumas características estéticas dos personagens, porém, como cores de cabelo e olhos são sempre adaptáveis.

Há várias melhoras nesta nova versão. Quase inteiramente traduzida para o português (só os nomes de classes e lugares do jogo permanecem em inglês), a aplicação apresenta gráficos melhores, em 3D, e mais de 40 mapas.

Depois de se entender a dinâmica do jogo – para os que não jogaram o original ou para quem está há muito tempo longe dos RPGs, isso pode ser trabalhoso –, é fácil perder algumas horas no game.

Pesado

As melhoras, entretanto, tem um custo aplicação é pesada (1,3 GB) e toma bastante espaço da memória dos celulares mais antigos. Também demora alguns minutos para carregar e, de acordo com resenhas feitas pelos usuários, caso o processador do telefone não esteja em seus melhores dias, a aplicação fecha-se subtamente.

A Gravity tem investido para melhorar o jogo e torná-lo mais acessível, entretanto ainda é necessário investir em um bom smartphone. A empresa comunicou aos usuários, contudo, que está preparando um emulador para que o jogo possa ser jogado no PC,
como nos velhos tempos.

Além disso, como já era comum no original, é necessário investir dinheiro de verdade na aplicação para destravar alguns itens especiais. Ou seja, quanto mais dinheiro, melhor se joga.

Veredito

Para quem gostava do jogo original, a versão mobile pode ser muito divertida. Para os que não conhecem a história ou não gostam do gênero RPG, porém, não vale a pena nem começar já que os tutoriais são muito incompletos e, ou se lê muito antes de começar, ou se vai pela intuição.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo