Spike Lee se junta a The Killers para clipe de protesto contra muro de Trump

Por Reuters

A banda de rock The Killers se juntou ao diretor Spike Lee para produzir o clipe de sua música mais recente, “Land Of The Free”, um protesto contra o plano do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de construir um muro na fronteira do país com o México.

O diretor de “Faça a Coisa Certa” e “Malcom X” teve total liberdade criativa para produzir o clipe da música, que a banda de Las Vegas descreveu como “um sincero lamento inspirado em eventos atuais e recentes tragédias nacionais nos Estados Unidos”.

Lee filmou o vídeo no final de 2018 ao longo da fronteira, capturando cenas de famílias imigrantes a caminho da “terra das pessoas livres”, disse o grupo.

As imagens mostram imigrantes de todas as idades seguindo o percurso e, em alguns momentos, em conflito com forças de segurança.

Lee, que na semana passada foi indicado ao prêmio britânico de cinema Bafta pelo filme “Infiltrado na Klan”, já trabalhou em outros clipes, incluindo o sucesso “They Don’t Care About Us” de Michael Jackson.

Trump tem pedido ao Congresso 5,7 bilhões de dólares para construir um muro ao longo da fronteira sudoeste do país, uma exigência que os democratas têm negado. O impasse desencadeou a mais longa paralisação parcial do governo na história dos Estados Unidos.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo