Em seu 1º livro, Kirsten Roupenian consegue lançamento mundial por conto viral

Por Metro Brasília
cat person e outros contos

Em um mercado em crise como é o editorial, cada vez é mais seleto o grupo de escritores que alcança um lançamento simultâneo mundial de suas obras, já traduzidas. A estreante Kirsten Roupenian, porém, conseguiu emplacar o feito já no seu livro de estreia: o original em inglês será publicado hoje nos EUA e nesta sexta a versão em português já estará nas livrarias do Brasil. Como Kristen conseguiu esse feito? Graças a um texto que ela escreveu à revista “New Yorker”, em dezembro de 2017. “Cat person” era um conto longo (uma leitura que tomava 2h ao menos diante do computador), mas que conseguiu a façanha de tornar-se um viral debatido em todo o mundo.

Em “Cat person”, a autora debate os relacionamentos entre jovens na contemporaneidade, que seguem tendo uma dinâmica tradicionalista – e em geral prejudicial à mulher – mesmo quando estão cercados de ferramentas tecnológicas e outras modernidades.

Agora o conto ganha tradução em português em uma edição que vem acompanhada de outras 11 histórias curtas criadas pela autora estado-unidense de 38 anos.

“Cat person e outros contos” chega às prateleiras como uma aposta do mercado editorial em conseguir boas vendas, mas cabe à Roupenian cumprir com as expectativas de um público que ficou encantado pelo seu jeito tragicômico de escrever.

As outras histórias prometem seguir este mesmo tom, mas partir para temas bem diferentes do primeiro: há contos policiais e também de fantasia, mas a trama de “sexo e punição, culpa e raiva” promete guiar todas as histórias, diz o prefácio. Isso fica evidente já nos títulos dos contos: “Desejo mortal”, sobre as inusitadas fantasias sexuais de uma jovem, e “O bom rapaz”, que trata, justamente, de um rapaz não tão bom assim.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo