Assunto de Família: Vencedor de Cannes revela afeto entre ladrões

Por Monica Kanitz - Metro Porto Alegre

Vencedor da Palma de Ouro no último Festival de Cannes, “Assunto de Família”, que estreia nesta quinta-feira (10), é mais um longa em que Hirokazu Kore-eda mostra sua competência para tratar dos dramas cotidianos.

As relações familiares são o principal tema do cineasta japonês e estão presentes em algumas pérolas de sua cinematografia, como “Ninguém Pode Saber” (2005) e “Pais e Filhos” (2013).

Em “Assunto de Família”, entretanto, o diretor ousa mostrar um Japão não tão próspero como o que aparece nos noticiários, apresentando um grupo de protagonistas que não são exatamente um modelo de honestidade.

O núcleo central da trama é uma família pobre que sobrevive de pequenos furtos e golpes. Osamu, o pai, já ensinou o filho adolescente a roubar comida e produtos de higiene em pequenos mercados, enquanto a mãe, Nobuyo, não deixa passar qualquer objeto perdido na lavanderia onde trabalha. 

Kore-eda acompanha o dia a dia desse núcleo com um olhar carinhoso, sem fazer qualquer julgamento moral – a ponto de o espetador se tornar cúmplice de seus deslizes.

Como em todas as produções do cineasta, a câmera segue sem pressa pelas cenas, atenta a detalhes que revelam mais sobre os personagens do que seus diálogos ou atitudes.

Em tempos em que os novos arranjos familiares ganham cada vez mais aceitação, o cineasta nos apresenta uma pequena fábula sobre afeto e empatia, sentimentos que valem muito mais do que laços de sangue.

Assista ao trailer:

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo