Glenn Close e Regina King se destacam por discursos feministas no Globo de Ouro 2019

Por Metro Jornal

Duas atrizes se destacaram na madrugada desta segunda-feira (7) por seus discursos feministas no Globo de Ouro 2019. Regina King e Glenn Close aproveitaram o momento em que receberam seus prêmios para denunciar e cobrar por igualdade entre os gêneros.

Close, veterana do cinema hollywoodiano, levou o troféu de Melhor Atriz em Filme de Drama por "A Esposa". No palco para agradecer, ela também homenageou a mãe. "Penso na minha mãe, que passou sua vida toda à sombra de meu pai. Já com 80 anos ela me disse que sentia não ter alcançado nada na vida. Isso é tão errado", desabafou.

E ainda acrescentou: "O que se espera de nós é que tenhamos filhos e maridos. Isso se tivermos sorte. Precisamos buscar nossa satisfação pessoal. Nós temos que seguir nossos sonhos. Nós temos que dizer: 'eu posso fazer isso"".

Já King venceu o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante em Filme de Drama por "Se a Rua Beale Falasse"."A razão pela qual fazemos isso é porque entendemos que nossos microfones são grandes e estamos falando por todas", disse. Em seu discurso, a atriz ainda aproveitou para fazer uma promessa.

"Eu quero dizer que vou usar a minha plataforma agora mesmo para dizer que nos próximos dois anos, tudo que eu produzir será 50% feito por e com mulheres. E eu desafio qualquer um que esteja em uma posição de poder, não apenas em nossa indústria, mas em todos os setores. Eu desafio vocês a desafiar a si mesmos e fazer o mesmo".

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo