Oscar 2019: Brasil fica de fora da disputa de Filmes Estrangeiros pelo 20º ano consecutivo; veja concorrentes

Por Metro Jornal

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou nessa segunda-feira (17) os semifinalistas em nove categorias, dentre elas a de Filme Estrangeiro. Após submeter "O Grande Circo Místico" para apreciação dos jurados, mais uma vez o Brasil fica de fora da disputa final.

Leia mais:
Oscar 2019 anuncia filmes semifinalistas em nove categorias; confira lista
‘Turma da Mônica – Laços’ ganha primeiro trailer; assista

A última vez que uma produção daqui concorreu a estatueta foi em 1999, com "Central do Brasil", de Walter Salles. Perdeu para "A Vida é Bela", clássico italiano sobre a Segunda Guerra Mundial do diretor Roberto Benigni. Na época, a protagonista do longa brasileiro, Fernanda Montenegro, também foi indicada a Melhor Atriz, mas foi desbancada por Gwyneth Paltrow, por seu papel em "Shakespeare Apaixonado".

Agora, nove produções disputam espaço nas cinco vagas finais. A lista de indicados a 91ª edição do Oscar será divulgada apenas no dia 22 de janeiro de 2019.

Assista aos trailers dos semifinalistas:

Pássaros de Verão

Representante da Colômbia, o filme conta a história de uma família de nativos de Wayuu se encontra no coração da florescente venda de maconha para a juventude americana. Quando a honra da família tenta resistir à ganância humana, a guerra de clãs se torna inevitável e põe em perigo suas vidas ancestrais, cultura e tradições. Trailer em espanhol.


Culpa

O filme que disputa um Oscar para a Dinamarca é um suspense sobre Asger Holm, que trabalha despachando alarmes de emergência. Ele recebe a ligação de uma mulher sequestrada e, depois de uma desconexão repentina no sistema, as buscas pela mulher e seu sequestrados começam. Armado apenas de um telefone, Asger luta contra o tempo para solucionar o crime, que é maior do que imaginava.


Nunca Deixe de Lembrar

A Alemanha enviou para a Academia "Nunca Deixe de Lembrar", filme que segue Kurt Barnert, um artista alemão que conseguiu escapar da Alemanha Oriental. Agora, ele vive seus dias na Alemanha Ocidental, mas ainda assim é atormentado pelos traumas da sua infância sob o regime dos nazistas e da República Democrata Alemã.


Assunto de Família

Já o Japão escolheu "Assunto de Família", que conta o encontro de Osamu com uma garotinha após uma de suas sessões de furtos. A princípio eles relutam em abrigar a menina, mas a esposa de Osamu concorda em cuidar dela depois de saber dos abusos que ela sofre de seus pais. Embora a família seja pobre e mal ganhem dinheiro dos pequenos crimes que cometem, eles parecem viver felizes juntos até que um incidente revela segredos escondidos, testando os laços que os unem.


Ayka

O representante do Cazaquistão é um produção conjunta com a Rússia e a Alemanha. Ayka é uma jovem de origem cazaque que vive ilegalmente em Moscou. Ela dá à luz num hospital local, mas abandona o seu filho por medo de ser descoberta e deportada. Logo depois, ela enfrenta as complicações do pós-parto, a fome, a solidão, a falta de emprego e a perseguição da máfia local, a quem deve dinheiro. Um dia, os mafiosos exigem que Ayka volte ao hospital, recupere o bebê e entregue a eles.


Cafarnaum

O Líbano está representado por "Cafarnaum", que acompanha Zain, um garoto de 12 anos que carrega uma série de responsabilidades: é ele quem cuida de seus irmãos no cortiço em que vive junto com os pais, que estão sempre ausentes graças ao trabalho em uma mercearia. Quando sua irmã de onze é forçada a se casar com um homem mais velho, o menino fica extremamente revoltado e decide deixar a família. Ele passa a viver nas ruas junto aos refugiados e outras crianças que, diferentemente dele, não chegaram lá por conta própria.


Roma

O grande favorito da temporada vem do México: "Roma" é um longa de Alfonso Cuarón, vencedor do Oscar de Melhor Diretor por "Gravidade", produzido para a Netflix. O filme é um retrato de um ano tumultuado na vida de uma família de classe média da Cidade do México no início dos anos 70.


Guerra Fria

A Polônia aparece na lista com "Guerra Fria", com um filme que circula entre a Polônia stalinista e a Paris boêmia dos anos 50, a partir do romance entre um músico e uma jovem cantora.


Em Chamas

A última vaga foi preenchida pela Coreia do Sul com "Em Chamas". Durante um dia normal de trabalho como entregador, Jong-soo reencontra Hae-mi, uma antiga amiga que vivia no mesmo bairro que ele. A jovem está com uma viagem marcada para o exterior e pede para Jong-soo cuidar de seu gato de estimação enquanto está longe. Hae-mi volta para casa na companhia de Ben, um jovem misterioso que conheceu na África. No entanto, o forasteiro tem um hobby peculiar, que está prestes a ser revelado aos amigos.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo