Carta de secretários pede que Ministério da Cultura siga na ativa

Por Metro Jornal

A extinção do Ministério da Cultura no governo do presidente eleito Jair Bolsonaro mobilizou os atuais secretários do setor.

Leia mais:
Soul humanista de Joss Stone volta a São Paulo
Coleção de Johannes Vermeer ganha mostra on-line do Google

Uma carta aberta assinada por representantes da pasta em 17 estados e no Distrito Federal pede que o MinC seja mantido. “Defendemos a permanência e integridade do MinC na estrutura governamental, como um órgão próprio e exclusivo para a gestão e a execução das políticas culturais, em parceria com os estados e municípios e com a sociedade civil”, afirma o documento.

O texto ressalta ainda o impacto desse segmento na economia, que representa 2,7% do PIB brasileiro.

A partir de 2019, a gestão das políticas públicas para a cultura será absorvida pelo Ministério da Cidadania e Ação Social, a ser comandado por Osmar Terra (MDB). A pasta englobará ainda os também extintos ministérios do Esporte e do Desenvolvimento Social.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo