‘Sofri tudo, mas nunca o deixei sozinho’, afirma mãe de Pabllo Vittar

Por Band.com.br

Pabllo Vittar recebeu uma bela homenagem da mãe neste domingo, 2, quando a cantora participou do programa Eliana. Verônica relatou sobre como acolhe e incentiva o filho em meio a discriminações e preconceitos, além de contar como foi notar algo 'diferente' nele.

"Sempre confiei, acreditei, dei força. Enfrentamos muitas dificuldades. Só a família sabe o que nós passamos para ele estar hoje onde está. E ele sabe o que passei, o que sofri de discriminação, de tudo, mas junto com ele, nunca o deixei um minuto sozinho. Enfrentei todas as dificuldades, mas nunca abandonei. Para mim, o maior orgulho da minha vida é ser mãe dele", declarou Verônica.

Ela também contou um pouco sobre como o menino era na infância e como percebeu algo 'diferente' nele. "Era alegre, divertido, brincava muito, aprontava. Percebi que Pabllo era diferente dos outros meninos com três anos. Eu fui trocar uma roupa dele com a irmã gêmea, a Pamela, e ele preferiu vestir a roupa dela. Foi aí que percebi e já fiquei atenta para, hoje, ele poder ser o que é e eu saber lidar com esse lado", disse.

Verônica contou que o relacionamento de Pabllo com a família é "muito bom" e que o momento de maior alegria foi quando a cantora gravou o primeiro clipe, da música Open Bar. "Quando eu assisti a esse clipe, eu chorei, agradeci a Deus e falei para ele: "A sua hora chegou. Agora você vai brilhar"".

No final do depoimento, a mãe disse que tem muito orgulho do filho. "Meu tudo, razão da minha vida. Tudo o que você pensar de bom na vida, eu daria para ele".

Secando as lágrimas, Pabllo agradeceu pela homenagem. "Ela fala que tem orgulho de ser minha mãe, mas eu que tenho orgulho de ser filho dela. É uma mulher incrível", disse a cantora.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo