Robin Hood – A Origem: ladrão arqueiro ganha ar de super-herói em novo filme

Por Metro Internacional

O ator Taron Egerton e o diretor Otto Bathurst têm plena consciência da quantidade de filmes já realizados em torno do heroico ladrão inglês que roubava dos ricos para dar aos pobres.

Ainda assim, ambos viam potencial em apresentar um emblemático arqueiro sob uma perspectiva mais contemporânea em “Robin Hood – A Origem”, que estreia nesta quinta-feira (29).

“Queríamos fazer algo no formato dos filmes de super-heróis. Esse é o tipo de filme que todos querem ver e que fazem dinheiro, então puemos aplicar algumas dessas técnicas de narração a um filme de Robin Hood”, explica Egerton.

Leia mais:
As Viúvas traz mulheres que assumem atividade criminosa dos maridos mortos
Em sessão única, cinemas em São Paulo exibem primeiro Superman

“É preciso encontrar uma maneira de fazer o público acostumado com ‘Os Vingadores’ sentir o filme da maneira mais perigosa e enérgica possível. Criamos um estilo de arco e flecha que dá a entender que aquele é um poder sobre-humano”, completa o ator.

Isso fez com que o longa abrisse mão de qualquer compromisso com fidelidade histórica em prol da emoção, com figurinos extravagantes e datas que não batem com a realidade.

“O filme é uma mistura anárquica, mas de forma consciente. Vai ter gente que vai criticar, odiar e achar que nossa história é uma loucura, mas elas não terão captado nosso ponto”, afirma Bathurst.

Assista ao trailer:

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo