MasterChef Profissionais: 'fui me encontrar no meio da prova', revela Willian

Por band.com.br

Em uma das provas mais difíceis do MasterChef Profissionais, Willian Peters teve a oportunidade de escolher primeiro o fermentado que iria trabalhar. O participante escolheu o umeboshi, mas a aparente vantagem quase fez o seu "caldo entornar" durante o desafio eliminatório.

"Quando eu vi aquele monte de fermentado, eu fiquei com o c* na mão porque é meio que a especialidade do André [Pionteke]. Pensei que a prova seria decidida entre eu e a Manoela [Lebron]. Eu tive a sorte de pegar a primeira escolha e alguma coisa me disse para pegar o umeboshi", disse em entrevista ao Portal da Band.

"Eu sei o gosto que tem, mas eu nunca tinha feito nada de cozinha com ele. Tinha nenhuma ideia do que fazer. Então, no mercado, eu peguei tudo o que eu podia pegar. Peguei muita coisa que eu não usei porque eu não sabia o que estava fazendo, na real. Eu fiquei bem perdido. Eu fui me encontrar no meio da prova", afirmou.

Leia mais:
MasterChef: Vim aqui para jogar e ganhar, garante Daniel
MasterChef Profissionais: 'fiquei bastante chateada de não subir', desabafa Manoela

"Quando as coisas começaram a caminhar, eu fui me adaptando ao que estava dando certo, mas no primeiro momento eu estava perdido mesmo. Quando eu vi, eu estava fazendo um prato que me lembrava muito a minha experiência na Espanha. Foi uma mistura de todas as coisas que eu trabalhei lá", revelou.

"Foi uma mistura bem louca. Eu estava caótico, depois eu consegui me organizar e foi chegando no caminho do prato. Eu achei que estava bem gostoso o que eu fiz, só que eu fiquei com medo de não ter entendi a prova. O umeboshi era para brilhar naquela situação e eu não estava certo de que tinha brilhado. Então, fiquei com um pouco de medo disso", completou o gaúcho, que respirou aliviado com a vitória.

"Dei um grito porque tem muita coisa acumulada, sabe? A chamada que eu tomei, tanto da Paola [Carosella] quanto do [Erick] Jacquin, que eles disseram que eu estou brincando demais e não estou dando o meu 100%. Um pouco também por causa da prova em Recife, que foi linda, a gente fez tudo certo e por algum motivo – que a gente não consegue entender – não escolheram os nossos pratos. Eu extravasei porque estava pesado para mim", finalizou.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo