Mostra Cinema e Liberdade destaca filmes essenciais

Por Metro Jornal

A seleção de filmes da 1º Mostra Cinema e Liberdade, que acontece entre esta sexta-feira (9) e domingo no Cinearte Petrobras, pode até ser considerada enxuta, mas reúne sete pérolas audiovisuais que abordam, cada uma a sua maneira, aspectos que relacionam o homem ao conceito de liberdade.

A programação aberta nesta sexta, às 21h15, com o painel “O Indivíduo sob a Ditadura”, conduzido pelo filósofo Luiz Felipe Pondé. A fala é seguida pela exibição, às 22h, de “Memórias do Cárcere” (1984), adaptação de Nelson Pereira dos Santos para a obra de Graciliano Ramos.

Leia mais:
Nelson Rodrigues e Plínio Marcos voltam aos palcos em duas peças
Pixel Show promete colocar público para exercitar a criatividade

O sábado (10) prossegue com as exibições, com sessões de “O Ovo Da Serpente” (1977), de Ingmar Bergman (14h); “Roma, Cidade Aberta” (1944), de Roberto Rossellini (16h15); e “Afterimage” (2016), de Andrzej Wajda (20h). Antes do último filme do dia, às 18h15, acontece o painel “O Indivíduo sob a Opressão”.

O encerramento, no domingo (11), terá “Farenheit 451” (1966), de François Truffaut (13h); “Alphaville” (1965), de Godard (15h10); e “Laranja Mecânica” (1971), Stanley Kubrick (18h45). Às 17h, a sala recebe o painel “O Indivíduo sob Perigo: As Distopias no Cinema”. Os ingressos custam entre R$ 18 por sessão e R$ 107 (passe completo).

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo