Aurora apresenta mais de sua sonoridade contagiante no segundo disco de estúdio

Por Metro Rio
Infections of a Different Kind - Step 1 - Aurora Reprodução

Aurora está de volta, e ninguém esperava. Aos 22 anos, a artista norueguesa dotada de uma impressionante capacidade de traduzir sentimentos em música lançou, de surpresa, seu segundo disco de estúdio, “Infections of a Different Kind – Step 1”.

A faixa “Queendom” abre o disco com um jogo de palavras com as palavras “queen” e “kingdom”, rainha e reino, em inglês. Aurora logo estabelece que as músicas serão sobre um certo reino que ela construiu, ressaltado nos versos “Os azarões são os meus leões / Os tímidos são o meu coral / As mulheres serão minhas soldadas / Com o peso da vida em seus ombros”.

Leia mais:
Yoko Ono dá nova roupagem a músicas de seu repertório no disco Warzone
Red Dead Redemption 2 coloca jogador dentro de gangue do Velho Oeste americano

O tema é aprofundado nas faixas seguintes, “Forgotten Love” e “Gentle Earthquakes”, que balanceiam melodia animada com letras introspectivas seguindo o estilo indie pop.

Assim como na forma, a progressão temática segue no conteúdo. Em “All Is Soft Inside”, a cantora reflete sobre a potência do universo. Na faixa seguinte, “It Happened Quiet”, a cantora se pergunta se seus sonhos realmente estão mortos como parecem.

É a partir daí, no entanto, que o álbum deixa de ser contemplativo e passa a ser um chamado à ação. Em “Soft Universe”, ela responde dizendo que viu um sonho renascer. Sentindo-se poderosa, Aurora se deixa ser contagiada por infecções diferentes — e infecta a todos que ouvem sua voz.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo