Fórum da 42ª Mostra de Cinema em SP discute adaptações de Dráuzio Varella

Por Metro Jornal

A presença de um médico entre os convidados da Mostra Internacional de Cinema em São Paulo pode parecer estranha – até surgir a informação de que este médico, na verdade, é Dráuzio Varella.

Autor de livros que inspiraram filmes e séries sobre a condição dos presidiários no Brasil, ele é homenageado na 42ª edição do evento com o prêmio Humanidade, voltado a personalidades que enaltecem em suas obras valores essenciais à vida em sociedade.

O trabalho de adaptação dos textos dele às telas será ser discutido nesta quarta-feira (24) dentro do 2º Fórum Mostra, que vai até sexta, no Itaú Cultural, com o objetivo de fazer uma ponte entre discussões de linguagem e o mercado audiovisual.

Às 16h30, Varella participa de um debate ao lado de produtores, diretores e roteiristas do filme “Carandiru” (2003) e da série “Carcereiros”, que será transformada em filme.

Mais cedo, o Fórum discute ainda a mistura de linguagens no audiovisual (10h15) e o processo de adaptação de livros para o cinema (14h).

O evento segue na quinta (25) com uma mesa sobre financiamento público (10h), a importância das coproduções (14h) e as mudanças nos lançamentos com a entrada do streaming (16h30).

O Fórum encerra na sexta com um workshop sobre como vender projetos audiovisuais (10h) e mesas sobre os impasses da regulação do streaming (14h) e o futuro das políticas públicas culturais (16h30).  A entrada em todas os debates é gratuita.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo