BGS Summit: 'Os jogos encorajam a encarar realidade', diz Fumito Ueda

Por Luccas Balacci

A BGS (Brasil Game Show) começa na quarta-feira (10), em dia fechado para a imprensa. Nesta terça (9), porém, a maior feira de videogames da América Latina já iniciou suas atividades com o BGS Summit.

O "esquenta" da mostra anual reuniu painéis com grandes nomes do mercado de jogos digitais para discutir a indústria – desde a criação de jogos até o relacionamento com o consumidor final.

Leia mais:
BGS Summit: ‘Eu sei que vocês pirateavam Street Fighter”, diz Yoshinori Ono
BGS Summit: ‘Hoje, não usaria o nome Eddy Gordo em Tekken’, diz Katsuhiro Harada

Atração muito esperada, o criador e produtor Fumito Ueda, responsável por grandes jogos como Ico, Shadow of The Colossus e The Last Guardian, conversou com a imprensa e representantes da indústria em sua primeira vinda ao Brasil.

Fumito Ueda Luccas Balacci/Metro

O ídolo da indústria comentou sobre seu processo de criação, suas inspirações e o minimalismo o qual trabalha seus jogos. "Minhas influências vem das experiências que eu carrego desde criança. Não tenho o costume de ter o contato apressado com alguma forma de arte e rapidamente levá-lo aos meus jogos", afirmou.

"Uma grande inspiração para mim, porém, são trailers de jogos. Eu gosto de criar continuações para as perguntas que esses trailers deixam no ar e muitas vezes me frustro quando jogo as versões finais e vejo que os desenvolvedores seguiram outros caminhos. Costumo levar essas ideias para os meus trabalhos."

Ueda também criticou alguns pontos da indústria atual, como as experiências multiplayer, e os DLCs e microtransações – compras dentro do jogo. "Eu sempre joguei os jogos sozinho, eu contra o computador. Essa é minha base, jogar sozinho. Deve ser divertido jogar com outros, mas pra mim videogame é o local que eu possa vivenciar o não-cotidiano, o mundo fantástico."

"Eu poderia criar um jogo com DLC, mas eu acredito que fazer isso não vai agradar a mim ou ao meu público. Eu só vou criar jogos que eu acredito que eu vou me divertir jogando", afirmou.

Para Ueda, a experiência dos videogames é única e sagrada: "Os jogos encorajam as pessoas a encarar a realidade. As aventuras dos videogames devem inspirar as pessoas a enfrentar os desafios da vida real", disse.

No fim da conversa, Fumito Ueda surpreendeu quando revelou que, no momento, está jogando Detroit: Become Human, criticado entre fãs por conter muitos bugs. O próximo a ganhar sua atenção deve ser o Spider Man.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo