Após fim de proteção eleitoral, Alexandre Frota pode ser preso por dívida de pensão de R$ 60 mil

Por Metro Jornal

O embate entre Alexandre Frota e seu filho tem um novo capítulo nesta terça-feira (9/10). Segundo reportagem do jornal Extra, o recém-eleito deputado federal sofre uma ação movida por falta de pagamento de pensão a Mayã Frota, hoje com 18 anos.

A questão já está adiantada e oferece risco de prisão a Frota, que teve 155 mil votos dos paulistas na eleição do último domingo. De acordo com informações da matéria, a dívida gira em torno de R$ 60 mil.

Leia mais:
Filho de Alexandre Frota critica sua eleição como deputado: ‘Defende a família, mas queria me abortar’
Alexandre Frota é condenado a indenizar Gilberto Gil por tuíte de 2017

Na última semana, a Justiça teria pedido a soma da dívida, que começou em cerca de R$ 9 mil e Frota só não foi detido porque, como candidato, tem salvo-conduto que impede que ele seja preso. Esse prazo começou no dia 22 de setembro e vence à meia noite desta terça-feira.

Farpas pela internet

Com o anúncio da eleição de Frota, Mayã usou suas redes sociais para criticar a escolha dos paulistas. "Eu sou filho de um ex-ator pornô, ex-viciado em cocaína, que defende a família, mas queria me abortar", disse ele, que mora na Bélgica com a mãe, Samantha Gondim.

Frota rebateu em post no Facebook e disse que o filho bancou o 'revoltadinho'. "Mayã Frota, vou te responder aqui, vc realmente é o meu filho, tanto que te registrei assim que nasceu e não pedi exame de DNA", afirmou.

Ele respondeu aos pontos que Mayã levantou. "Quando você nasceu, eu era um dos galãs da época na TV Globo, eu estava em Malhação. O PORNÔ  veio quando você tinha 4 anos de idade. Com o dinheiro do pornô, não se você sabe, você também foi beneficiado e comeu, bebeu e se vestiu".

O deputado estadual eleito confirmou que foi dependente químico. "Nunca escondi de ninguém e jamais esquecerei, foi uma fase dificil da minha vida. Triste, mas superei e me recuperei", disse ele, negando que tenha proposto aborto para a mãe dele. 

"Detalhe sempre fui contra o aborto como sou até hoje, e nunca quis abortar você, não sei o que Samantha te falou. O estranho é só agora você questionar isso, depois da minha vitória", afirmou.

"Quando você foi concebido em um quarto de hotel em Brasilia, eu e sua mãe, uma bartender que conheci e na mesma noite saiu comigo para uma noitada, já havíamos enchido a cara na festa e resolvemos ir para o hotel", disse ele, afirmando que ambos beberam e usaram drogas. "No hotel estávamos bebendo, cheirando, fumando e fazendo sexo, ambos bem loucos. Eu e ela, ok?",

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo