MasterChef Profissionais: 'Eu não estava confortável', diz a eliminada Adriana Avelar

Por Vinícius de Melo/Portal da Band

Um desafio do tamanho da história: os participantes do MasterChef Profissionais tiveram que cozinhar um prato da gastronomia japonesa em homenagem aos 110 anos do início da imigração de japoneses para o Brasil. Não deu, no entanto, para Adriana Avelar, que acabou sendo eliminada nesta terça-feira, 2.

Leia mais:
MasterChef Profissionais: Na mesma equipe, Manoela e Heaven brigam
MasterChef Profissionais: ‘Foi má índole’, diz Willian sobre Daniel esconder chocolate

"Eu nunca cozinhei comida japonesa. Não conheço os ingredientes e não tenho familiaridade. Na hora da apresentação da prova, eu já bambeei. Minha estratégia foi rezar e tentar me inspirar no que estava ali na mesa. Vi o que tinha e tentei criar alguma coisa a partir dali", disse a mineira em entrevista ao Portal da Band.
Segundo Adriana, a grande dificuldade da prova era vencer os seus companheiros de equipe. "Eram cinco pratos f*da, com cinco pessoas f*da cozinhando. Os outros quatro foram muito melhores que o meu. O meu foi o 'menos melhor'. Estava gostoso, mas desde o começo eu não estava confortável na prova. Não era minha zona de conforto", explicou.

"Eu tinha pensando em fazer um tempurá, mas ele poderia murchar. Quando a Paola [Carosella] veio na minha bancada, ela disse que estava faltando alguma coisa no prato. Eu resolvi fazer a pupunha e ela gostou da ideia, mas não deu. Talvez se eu tivesse feito o tempurá, tivesse dado certo. Ou talvez não. Talvez era para ser minha eliminação mesmo", continuou.

Orgulhosa de chegar ao Top 10, Adriana acredita que conseguiu representar a cozinha vegana na competição. "Eu tenho muito orgulho de estar aqui, de tudo que eu vivi aqui dentro. Foi uma experiência incrível e que eu recomendo para todas as pessoas. Testem-se, testem seus limites – seja numa competição ou em qualquer coisa. E sonhem! Porque o MasterChef Profissionais era um sonho para mim", disse.

"Eu sonhei um ano em estar aqui. Eu imaginava cenas do programa, eu me imaginava falando com os jurados. E tudo isso me trouxe até aqui. Eu consegui representar um grupo de pessoas que, teoricamente, não tem representatividade dentro da gastronomia. Então, estou muito feliz pelo que eu consegui fazer pelo veganismo e pelos veganos", finalizou a cozinheira profissional.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo