Surfando na onda de Mamma Mia 2, Cher lança álbum de covers do ABBA

Por Bruno Bucis/Metro Brasília
Cher - Abba

Cantora e compositora, Cher tem vivido altos e baixos em sua carreira, mas não houve década, desde 1960, que uma música cantada por ela não tenha estado no topo das paradas.
A aposta para estes anos 2010 está no recém-lançado álbum “Dancing Queen”, lançado no fim de semana.

O projeto nasceu durante as gravações de “Mamma Mia 2: Lá Vamos Nós de Novo”, musical baseado em canções do ABBA que contou com a cantora em seu elenco.

Uma camaleoa que começou no folk, passou pelo rock e tem um reinado consolidado nas pistas de dança, Cher sempre soube reinventar sua carreira para se manter em evidência. Agora ela usa a nostalgia como motor e apresenta uma coleção de dez covers do grupo sueco.

Leia mais:
Longa Uma Noite de Crime traz versão distópica do futuro dos EUA; veja trailer
The Affair: Mais um nome do elenco principal deve deixar a série

Isso faz com que “Dancing Queen” seja um raros álbuns da cantora sem composições próprias, mas ela soube dar sua assinatura pessoal aos hits setentistas do ABBA, com os sintetizadores eletrônicos que mantêm suas notas em um altura extraterrestre.

Essa mistura se destaca especialmente em “Gimme! Gimme!” e “SOS”, escolhidas para serem os singles. Em faixas populares, como “Mamma Mia” e “Dancing Queen”, porém, os arranjos foram mantidos mais próximos dos originais.

É quando reinventa as músicas – geralmente para torná-las mais dançantes – que a cantora conquista o ouvinte, como em “Fernando” e “The Name of the Game”.

Canções emocionantes, como “The Winner Takes it All”e “One of Us”, se encaixam no timbre mais grave de Cher e parecem ter sido feitas especialmente para ela.

Com o álbum, Cher repagina a mesma receita de 50 anos atrás e propõe um mix de seriedade e diversão não só nas músicas, ora animadas, ora reflexivas, mas também em seus discursos.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo