Longa Uma Noite de Crime traz versão distópica do futuro dos EUA; veja trailer

Por Metro Internacional

A popular franquia “Uma Noite de Crime” oferece uma versão distópica do futuro dos Estados Unidos ao criar uma realidade na qual os cidadãos têm permissão para cometer crimes hediondos em um ritual anual com 12 horas de duração. A ideia é que, ao liberar sua agressividade de forma legalizada, a população terá uma vida mais tranquila ao longo do resto do ano.

“A Primeira Noite de Crime”, que estreou nesta semana, se propõe a mostrar como esse experimento social deu errado, desde o seu início, ao ser realizado de forma piloto na empobrecida Staten Island.

Leia mais:
Trailer de X-Men: Fênix Negra mostra Jean Grey lidando com conflitos internos; assista
Parque do Inferno, do diretor de Atividade Paranormal, ganha fotos e trailer tenso

Segundo o diretor Gerard McMurray, a inspiração veio da divisão política corrente. Além de fazer referências ao presidente americano Donald Trump, o cineasta tentou colocar na tela um pouco de terror da vida real, especialmente aquele enfrentado pela população negra.

“Acho que o gênero do horror nos permite combater os males do nosso mundo de verdade”, diz ele.

Com isso, o filme tem cenas nas quais a imagem de manifestantes contra o expurgo é sobreposta pela de supremacistas de capuz branco tomando as ruas. Os protagonistas também são jovens negros que precisam enfrentar racistas violentos, armados propositadamente pelo governo, que prefere erradicar essas comunidades pobres a fornecer recursos a elas.

“Há um expurgo acontecendo atualmente, não necessariamente ligado a assassinato. Tem a ver com separação de famílias, encarceramento em massa. Há muitas maneiras diferentes de fazê-lo”, diz McMurray.

Apesar da temática pesada, o diretor explica que “A Primeira Noite de Crime” foi feito para divertir. “Quis fazer o mais real possível, mas, no fim do dia, isso não é de verdade, mas uma realidade alternativa. As pessoas não devem tomar esse filme literalmente”, conclui.

Veja o trailer do filme:


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo