Poderia uma criança adotada tornar-se o rei ou a rainha da Inglaterra?

Por Wellington Botelho

A família real ama protocolos e tradições. Essas "regras" reais vão desde coisas sérias (como a que proíbe os herdeiros de voar juntos), fofas (como o príncipe George usando shorts o tempo todo) e até triviais (contra esmalte colorido).

E muitos especialistas que acreditam que a estrita adesão da família real à tradição é uma fonte de conforto para seus súditos, conforme revelou a revista Cosmopolitan.

Kate Middleton Meghan Markle Andrew Couldridge/Reuters

E o que a lei diz sobre um filho adotivo se tornar o rei ou a rainha da Inglaterra?A pergunta pode ser uma curiosidade muito comum e foi respondida pela publicação.  De acordo com a reportagem, é improvável que um membro da realeza adote uma criança existe alguns motivos.

"As crianças adotadas não teriam direitos de sucessão ou título", explica Marlene Koenig, especialista no assunto. "Para ter direitos de sucessão, você tem que ser um descendente direto da Electress Sophia”.

Meghan MArkle e Camilla Parker Bowles Getty Images

Segundo a Cosmopolitan, essas regras básicas da linha de sucessão foram estabelecidas em 1701. Ainda assim, já ocorreu muitas alterações.

Houve uma época em que Meghan Markle não teria permissão para se casar com o príncipe Harry, porque ela é divorciada. Outra mudança foi a Lei de Sucessão à Coroa de 2013, alterada para incluir filhas na ordem de nascimento.

A família real permitirá que as crianças adotadas entrem na linha de sucessão no futuro? "Seria preciso um ato de parlamento para aprovar uma nova lei, incluindo adotados, como herdeiros do trono", disse a comentarista real Eloise Parker.

Rainha Reprodução/NuevaMujer

Por que a família britânica pode decidir não permitir que uma criança adotada entre na linha de sucessão?
Os argumentos contra a probabilidade de a família real mudar a linha de sucessão, para incluir as crianças adotadas, basicamente se resumem a variações da "realeza como tradição – e os britânicos também gostam dela".

Jamie Samhan também disse que outra razão pela qual a família real provavelmente não mudará essa regra é evitar irritar os membros da família que seriam afetados por alterar a linha de sucessão. A privacidade dos filhos também seria outro motivo avaliado.

Casamento real Meghan Markle príncipe Harry Alexi Lubomirski/Handout via Reuters

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo