Suspiria: Dakota Johnson defende filme de terror e afirma que 'as pessoas estão prontas para isso'

Por Victória Bravo

Mesmo sendo chamada de “politizada e empoderada” no Festival de Cinema de Veneza, “Suspiria”, uma versão de Luca Guadagnino (Call Me By Your Name) do filme de Dario Argento que estreou em 1977, também gerou polêmica e algumas vaias.

A trama sobre uma dançarina de balé estadunidense que viaja para a Alemanha para entrar em uma academia de dança “macabra” foi criticada por mostrar os acontecimentos com muita crueza e complexidade.

No entanto, a protagonista Dakota Johnson saiu em defesa do longa em uma entrevista pela revista Inquirer:

“É uma verdadeira obra de arte e eu estou muito feliz por fazer parte disso. É bom estar envolvida em um filme onde todos deixam o cinema felizes, mas… e se eles chegassem em casa e continuassem falando sobre? É um privilégio fazer parte de um filme que faz com que as pessoas queiram discutir o que acontece nele”, explicou.

A atriz ainda acrescentou que chegou a hora da “arte exprimir aquilo que precisamos expressar” e que as pessoas “estão prontas para isso”.

Em cartaz nos Estados Unidos, "Suspiria" ainda não tem previsão de estreia nos cinemas brasileiros.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo