Paul McCartney chega a seu 17º álbum solo com Egypt Station

Por Metro Jornal
artpaul

Com um show surpresa e repleto de convidados, Paul McCartney tomou para si a famosa estação Grand Central, em Nova York, e lançou oficialmente na última sexta seu mais novo álbum, “Egypt Station”, primeiro de inéditas desde “New” (2013), o 17º de sua carreira solo, com 16 faixas, sendo uma delas em homenagem ao Brasil.

Duas composições são instrumentais, “Opening Station”, que abre o disco, e “Station II”. “O ‘Egypt Station’ começa em uma estação na primeira música e em cada música será como se passasse por uma estação diferente. Penso nisso como um local dos sonhos do qual a música emana”, disse o artista em seu site. A ideia parece uma viagem feliz. As batidas em geral são mais animadas e mesmo em canções mais reflexivas, elas soam esperançosas.

Três músicas já eram conhecidas: “I Don’t Know”, Come On To Me” e “Fuh You”. A primeira é uma balada com um tom mais melancólico, na famosa parceria entre Paul e seu piano. A segunda composição é singela, beirando um rock inocente.

“Fuh You” acaba sendo um trocadilho. Alguns a entendem como “quero transar com você”, mas McCartney se diverte. “Também pode ser ‘For You’ [para você]”, brinca, “mas quem quiser ouvir outra coisa, que se dane”, completa. Em todo caso, a letra fala de sentimentos e delicadezas.

Paul já pensou também nas músicas para cantar em estádios lotados durante sua próxima turnê, “Freshen Up”, que começa segunda, no Canadá: as grudentas “People Want Peace” e “Confidante”.

O fim do álbum reserva as duas melhores músicas, “Despite Repeated Warnings”, “Hunt You Down/Naked/C-Link”, que lembram o bom período do Wings. A primeira seria uma crítica a quem não se importa com o mundo e as consequências de não cuidarmos dele. A outra é uma sequência de três músicas emendadas, que vão do rock com metais, passam por uma parte lenta e terminam com um solo de guitarra de Paul.

Paul McCartney Turnê começa na segunda, mas nada de vir ao Brasil / Gustavo Caballero/Getty Images

Brasil querido

Não é de hoje que Sir McCartney gosta, e muito, do Brasil. O músico já se apresentou no país em 24 shows. E foi em um deles, no ano passado, que ele aproveitou para gravar o clipe da música “Back In Brazil”, em Salvador. O vídeo foi lançado na sexta também, com dedicatória aos brasileiros em sua conta no Facebook: “Feliz Dia da Independência, Brasil!”, escreveu.

A música até é animada, com elementos eletrônicos com algo que chega perto de uma bossa nova, mas para dominar esse ritmo, Paul ainda precisa de um pouco mais do arroz com feijão brasileiro.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo