Bienal do Livro: Fernanda Montenegro revê trajetória pessoal em fotobiografia

Por Metro Jornal
selo bienal do livro

Uma carreira como a de Fernanda Montenegro merece ser celebrada. Afinal, são 88 anos de vida, sendo 70 deles dedicados integralmente às artes da interpretação, o que a transformou em ícone da cena teatral brasileira.

“[Essas] são datas que fortificam e fragilizam ao mesmo tempo. Essa dualidade de sentimentos, que exalta e deprecia, me levou a tomar coragem e enfrentar essa egotrip”, escreve a atriz no prefácio do livro “Fernanda Montenegro: Itinerário Fotobiográfico”.

Leia mais:
Cassio Scapin dirige peça que explora dilemas do maestro João Carlos Martins
Marisa Monte vira trilha de Romeu e Julieta no teatro

Ricamente ilustrado, o volume traça o mais completo panorama já feito da trajetória da atriz, na qual vida pessoal e carreira artística são indissociáveis. Mas esta não é uma história apenas de Fernanda: ela pertence também a outras cinco gerações com as quais ela conviveu.

“Revendo esse material, vejo que todos nós nos entrelaçamos. Recebemos e passamos influências. (…) Somos parte dessa resistência e dessa sobrevivência. E nesse entrelaçamento, através de tantos anos, eles estão na minha vida como eu estou na deles”, escreve ela.

O livro terá dois lançamentos. Um deles acontece nesta sexta-feira (10), às 20h, no Sesc Consolação, com entrada gratuita. Na ocasião, a homenageada bate um papo com sua filha, a atriz Fernanda Torres, e Danilo Santos de Miranda, diretor regional do Sesc-SP.

No sábado (11), às 16h, ela atrai os holofotes para si em uma conversa que acontece na Arena Cultural Bic, dentro da programação da 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Veja algumas fotos que estão na obra:

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo