13 Reasons Why: após sucesso, atores da série pedem aumento salarial

Por Estadão Conteúdo

Após duas temporadas que fizeram muito sucesso na Netflix, os atores da série "13 Reasons Why" estão pleiteando um aumento considerável dos seus salários e a disputa com a produtora pode fazer com que o início das filmagens da terceira temporada, marcado para a segunda-feira (13), seja adiado.

Segundo fontes ouvidas pelo site "Deadline", as negociações avançaram no início da semana, mas ainda há uma disparidade entre o que os estúdios Anonymous Content e Paramount Television estão oferecendo e o pedido inicial dos oito atores que formam o núcleo principal da série.

Leia mais:
O Quebra-Nozes e os Quatro Reinos: live-action da Disney ganha trailer; confira
Franz Ferdinand vem ao Brasil para dois shows em outubro; saiba mais

Os empresários de Dylan Minnette, o intérprete de Clay Jansen, que será o protagonista solo a partir da próxima temporada, estão pedindo um salário de US$ 200 mil (cerca de R$ 755 mil) por episódio, enquanto Brandon Flynn, Alisha Boe, Justin Prentice, Christian Navarro, Miles Heizer, Devin Druid e Ross Butler pedem US$ 150 mil (R$ 565 mil, aproximadamente) para cada capítulo.

Se os pedidos forem atendidos pelas produtoras, será um aumento substancial em relação às duas primeiras temporadas da série, quando os atores recebiam entre 20 mil e 80 mil dólares (faixa de 75 mil a 300 mil reais) por episódio, de acordo com o site.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo