Robert Redford: vida do ator que anunciou aposentadoria também daria um filme; veja curiosidades

Por Metro Jornal

O ator Robert Redford, veterano à frente e atrás das telonas e criador do festival de cinema de Sundance, anunciou nesta segunda-feira (6) a sua aposentadoria. Redford, que completa 82 anos no dia 18 de agosto, afirmou que "The Old Man and the Gun", que tem estreia prevista para setembro nos Estados Unidos, é seu último filme.

Antes de ser o galã convertido a diretor bem-sucedido e incentivador do cinema independente, Redford levou uma vida e tanto e chegou a trabalhar em campos de pertóleo para financiar seus estudos no campo das Artes.

Veja abaixo as principais curiosidades a respeito da trajetória de Redford.

  • Charles Robert Redford Jr. nasceu em 18 de agosto de 1936, em Santa Monica, Califórnia
  • Ele tinha bolsa de estudos na Universidade do Colorado por ser o arremessador no time de beisebol. Perdeu o benefício porque começou a beber muito
  • Após deixar a universidade, Redford cruzou os Estados Unidos trabalhando
  • O ator passou certo tempo trabalhando nos campos de petróleo na Califórnia e guardou todo o dinheiro para ir à Europa, onde estudou Artes em Paris e Florença
  • Seu primeiro contato com as artes cênicas, já de volta aos Estados Unidos, foi como cenógrafo em Nova York
  • Ficou casado com a produtora Lola Van Wagenen de 1958 a 1985. O casal teve quatro filhos (o mais velho morreu ainda bebê)
  • Ele estudou na American Academy of Dramatic Art e fez grande sucesso em "Barefoot in the Park", que estreou nos palcos em 1962
  • Seu grande papel foi aos 33 anos: Sundance Kid, o parceiro de Butch Cassidy no filme de mesmo nome, protagonizado por Paul Newman. Ele deu o nome do personagem ao festival de cinema independente que fundou em 1978, em Utah, estado onde se baseia

 

Butch Cassidy Divulgação

 

  • Sua companheira atual é a pintora alemã Sibylle Szaggars, com quem está desde 1996 e oficiliazou a relação em 2009
  • Indicou os amigos Warren Beatty, Alain Delon e Burt Reynolds para interpretar Michael Corleone em "O Poderoso Chefão" (1972). Depois, foi considerado para o papel, que acabou indo para Al Pacino
  • Também perdeu o papel de Ben Braddock em "A Primeira Noite de um Homem" (1967) para Dustin Hoffman porque o diretor Mike Nichols não achou que ele seria crível ao interpretar alguém "sem jeito com as mulheres"
  • Especializou-se em papéis de época: fez 11, incluindo ainda "Golpe de Mestre" (1973) e "Entre Dois Amores" (1985).
  • Abandonou o papel em "O Veredicto" (1982), de Sidney Lumet, porque o personagem era "muito perdedor" e exigiu mudanças no roteiro. Paul Newman, parceiro em "Butch Cassidy" e "Golpe de Mestre", ficou com o personagem e foi indicado ao Oscar
  • Redford é reconhecido ativista do meio ambiente
  • Nunca ganhou um Oscar por sua atuação, mas tem uma estatueta pela direção de "Gente como a Gente" (1980)
  • Nos anos 1970, pensou em concorrer ao Senado pelo estado de Utah
  • Ele sempre fez as próprias cenas de ação, mas fazia questão de que os dublês contratados ficassem na produção, de maneira que eles não perdessem o trabalho

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo