Comida di Buteco: Bar de Campinas é eleito o melhor do Brasil

Por Metro Jornal

“Um brasileiro e um japonês entram em um bar.” Além de piada velha, essa descrição serve também para o “sushi caipira” prato que representou Ribeirão Preto na disputa por melhor Comida di Buteco do Brasil em 2018. Além do Linguiceiro Bar, casa que criou este prato, competiram para o primeiro lugar outros 20 bares. A premiação aconteceu na última segunda-feira, dia 23 no Museu da Casa Brasileira, em São Paulo.

Subiram ao pódio

O primeiríssimo lugar ficou em Campinas. O Buteco Rancho Vô Joaquim de Adilson e Rita Rossi, bicampeão regional, ganhou pela primeira vez a etapa nacional – já na sua terceira edição. O prato “Mineirice Uai!”, traz carne de porco cozida, pimenta cambuci recheada com massa de linguiça e provolone.

Acompanha ainda torresmo pururuca e o prato é servido com cachaça mineira e geleia de pimenta. O petisco mineiro foi pensado em conjunto com a tia da proprietária do bar, a dona Heloísa. “São receitas de família. A minha tia faleceu um dia antes de começar o concurso. Foi ela que nos ajudou a produzir essa receita. Então, se tornou uma homenagem para ela também”, conta Rita.

Quem for visitá-los em Campinas ainda vai encontrar no cardápio os pratos consagrados em outras edições como, por exemplo, os canudinhos de pernil servidos com banana chips. Já o vicecampeonato foi para Belém.

O maranhense Eudes Fraga, que mora na capital paraense garantiu o segundo lugar com o “Bolinho do Baião da Mazé”. Eudes se inspirou no baião de dois feito pela sua mãe, D. Mazé, para a elaboração do bolinho – prato que ele repete aos sábados há mais de 25 anos.

Além do arroz e feijão, vão ainda charque, queijo coalho, rapadura ralada e pimenta de cheiro. Em terceiro lugar ficou o Boteco do Portuga e os cariocas com o petisco “Marmita do Cabral”. São lascas de bacalhau com batatas e cenouras cozidas no requeijão com azeite.

 

comida di buteco
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo