Mostra reúne objetos pessoais de Adoniran Barbosa para celebrar sua trajetória

Por Metro Jornal

Guardado em caixas por anos a fio na Galeria do Rock, o acervo pessoal do sambista Adoniran Barbosa (1910-1982) ganha enfim a oportunidade de conhecer o público com a exposição “Trem das Onze – uma Viagem pelo Mundo de Adoniran”, que abre nesta terça-feira (24) no Farol Santander.

Fotos inéditas, roteiros de rádio e novelas e objetos pessoais do compositor de “Saudosa Maloca” se espalham por dois andares do prédio, além, é claro, de sua coleção de chapéus e gravatas-borboletas – marcas registradas do sambista.

Os mais de cem itens foram organizados de forma a proporcionar não só um mergulho na obra do artista, mas também em sua vida pessoal e suas origens italianas.

A reprodução de uma estação de trem dos anos 1970 evoca o sucesso de “Trem das Onze”, um de seus maiores sucessos. Varais de roupas com fotos e inscrições de partituras de suas músicas exaltam o caráter popular de suas canções.

Um dos destaques, no entanto, nada tem a ver com música. Adoniran produzia brinquedos em sua oficina particular, montada na garagem de casa, onde, nos anos 1960, ele criou um parque de diversões completo em miniatura, com roda gigante, carrossel e tobogã – agora às vistas do público.

Serviço:
No Farol Santander (r. João Brícola, 24, Centro, tel.: 3553-5627). Abre nesta terça-feira (24). De ter. a sáb., das 9h às 20h; dom., das 9h às 19h. R$ 20. Até 30/12.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo