MasterChef Brasil: Foi uma vitória amarga, afirma Katleen

Por Vinícius de Melo /Portal da Band

"Era uma prova de eliminação com poucas pessoas e pessoas que eu gosto muito. Fiquei preocupada – não com a prova em si, mas com a situação de uma forma geral. Ou mesmo de ir embora. Estava bem complicado. Só estando nessa situação para entender", afirmou Katleen.

"A princípio, eu não achava que iria me complicar com a limpeza dos lagostins. Mas, quando eu vi, o tempo já tinha passado. Foi muito rápido. O padre e o Hugo tinham uma boa quantidade de lagostins limpos e eu ainda estava com poucos. Fiquei muito preocupada na hora", relembrou.

"Eu estava concentrada porque não queria sair de jeito nenhum, porém a gente chegou em um ponto… Nós já sabíamos que isso ia acontecer, quando nos inscrevemos, mas nunca estamos preparados para isso. Foi um baque. Eu fiquei, mas não acho que é porque eu fiz o melhor dos pratos", disse ainda.

"Eu talvez tenha cometido menos erros [que o Victor Hugo e o padre Evandro], mas eu cometi muitos erros. Não foi uma vitória com sabor de vitória. Foi uma vitória amarga, ainda mais porque os dois foram mandados embora para casa. Então, não tem muitos motivos para comemorar dessa vez. Foi um dia ruim na cozinha", contou.

"Não é que seja ruim estar na cozinha, mas poderia ter sido um dia mais alegre. Estou muito triste porque saíram dois grandes amigos, duas grandes pessoas que eu admiro muito, que eu tenho muito carinho, de uma vez só. A gente mal está preparado para lidar com a saída de uma pessoa, imagina com a saída de dois", completou.

Segundo Katleen, ela tentará seguir as dicas dos chefs para os próximos episódios. "Eu também não fiquei satisfeita com meu prato. Agora que eu ouvi as críticas dos jurados, principalmente da Paola [Carosella], eu vou parar de inventar moda e fazer a cozinha que eu realmente sei. Fazer a cozinha que eu realmente conheço", finalizou.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo