MasterChef: Aqui somos traídos por nós mesmos, diz Victor Hugo após eliminação

Por Band.com.br

No episódio desta terça-feira (3) do "MasterChef Brasil" quem comandou a prova de eliminação foi a chef Paola Carosella, que ensinou os participantes como limpar um lagostim perfeitamente. Dois, porém, não se deram muito bem com o desafio, sendo um deles o professor de francês Victor Hugo.

Depois de perder a prova em grupo, o cozinheiro teve que enfrentar seus companheiros do time vermelho, e segundo ele, esse foi o maior desafio. "Eu cheguei sabendo que seria uma prova muito difícil. Não pelo resultado da prova em grupo, mas pelo grupo, pelas pessoas que eu teria que competir. Mesmo que não importasse quem saísse, ia ser muito difícil", disse.

Para Victor Hugo, todo o procedimento com a carne do crustáceo não foi favorável ao seu estilo de trabalhar. "Quando eu vi que era um lagostim e eu teria que limpar, sabia que ia ser um trabalho difícil para mim porque talvez a agilidade não seja uma característica muito marcante na minha cozinha, eu sabia que eu ia sofrer um pouco, que eu poderia ser mais lento que os outros e poderia ser um problema, de fato foi", confessou.

Leia mais:
MasterChef Brasil: prova do lagostim é cruel e elimina padre Evandro e Victor Hugo
MasterChef: Agora sempre vai ter um churrascão do padre, brinca o eliminado Evandro
MasterChef: Cozinheiros enfrentam prova em equipe em museu

Ele ainda analisa sua performance como atípica: "Engraçado que meu maior problema era a criatividade no lugar da execução, e hoje aconteceu justamente o inverso, fui criativo, mas executei mal".

"Talvez se eu tivesse feito uma massa, o tempero era melhor. Talvez se eu tivesse trazido mais sabor ou insistido no molho que eu comecei a fazer, não sei. Isso é MasterChef, somos traídos por nós mesmos o tempo inteiro", continuou.

No entanto, sua trajetória no programa não foi marcada pelas perdas, muito pelo contrário. Victor conquistou uma torcida forte quando deu a volta por cima e fez a própria ricota ao esquecer o ingrediente no mercado.

Sobre esse episódio, o participante comenta com bom humor: "Eu costumo ter muitas histórias que as pessoas duvidam que aconteceram. Pelo menos dessa vez, tenho um programa de televisão para mostrar para todo mundo que 'quando ele não tinha o ingrediente, ele fez"".

Ainda sobre seu desenvolvimento no MasterChef, Victor Hugo afirma que sai satisfeito com tudo o que conseguiu fazer e tranquilo por ninguém ter cometido nenhum erro grave em sua última prova.

"O peso da eliminação está muito ligado ao trabalho que você apresentou em comparação ao dos outros. Acho que nessa prova ninguém teve um trabalho excelente, mas ninguém teve um trabalho medíocre", afirmou.

"Eu saio triste por não viver mais isso aqui e de não ter mais a chance de ser o campeão do MasterChef. Mas, saio contente por não ter cometido um erro muito grave e sim porque eu fui um pouco menos pior", disse.

Mesmo chegando bem longe na competição, Victor Hugo ainda não sabe como vai encaixar seu lado chef na rotina. "Honestamente eu preciso voltar para casa e colocar minhas ideias em ordem, para saber realmente qual será o espaço que a culinária vai ocupar na minha vida", explicou.

O que ele já sabe, é que não quer deixar os alunos de francês. "Hoje em dia ela é uma parte muito importante em mim, para a minha cabeça. Eu tenho muito comigo essa veia e gosto muito de ser professor, acho que consigo aliar os dois", declarou.

Sobre a sua torcida? Agora vai para um participante que é quase seu xará! "Sou 'team Hugo"", concluiu.

Veja vídeo de despedida do Victor Hugo:

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo