Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank pedem boicote a youtuber que fez comentário racista sobre Mbbapé

Por Metro Jornal

Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank pediram boicote ao youtuber paulista Julio Cocielo, envolvido em polêmica após comentário racista sobre o jogador francês Kylian MBappé no último sábado (30).

O paulista, 26 anos, afirmou, em tom de piada, que MBappé poderia fazer arrastões, graças à sua velocidade em campo. A afirmação, apagada de seu Twitter em seguida, foi bastante criticada e gerou uma 'investigação' nos antigos tuítes de Cocielo. O casal, que adotou a pequena Titi no Malaui, ficou indignado e endossou boicote ao Canal Canalha, espaço no YouTube pelo qual o rapaz ficou conhecido.

Bruno usou uma mensagem da jornalista Isabela Reis, que questionou que 11,2 milhões de pessoas ainda continuassem assinando o canal (no início da tarde desta terça-feira, 3, esse número era de 11,1 milhões).

"Você tem noção do que são 11 milhões e 200 mil pessoas? Eu ajudo. É a população inteira da Bélgica. É um milhão a mais do que a população de Portugal. São 143 Maracanãs lotados. São todas as pessoas que AINDA estão apoiando diretamente um influencer assumidamente racista.Temos que cobrar posicionamento das marcas que o patrocinam, é claro. Mas são os outros famosos que ainda o seguem e, principalmente, as pessoas comuns, anônimas, que verdadeiramente me preocupam. Apoiar uma pessoa racista é ser CONIVENTE, sim.", diz a mensagem

https://www.instagram.com/p/BkwBpZtHC1E/?taken-by=brunogagliasso

Já Giovanna Ewbank compartilhou uma colagem com tuítes antigos de Cocielo publicada originalmente pela atriz Samara Felippo. "Odeio ter que postar coisas tão repugnantes e tristes como essa…mas é necessário!!! Ainda fico chocada como podem existir pensamentos como desse tipo de pessoa…isso NÃO É UMA BRINCADEIRA E NUNCA FOI!!! Isso é RACISMO!", escreveu a mãe de Titi.

https://www.instagram.com/p/Bkv0O_WA5XJ/?taken-by=gio_ewbank

O youtuber, que foi até a Rússia para acompanhar a Copa do Mundo a convite de patrocinadores, perdeu apoio das marcas. Cocielo apagou todos os seus 29,2 mil tuítes, restando apenas este, em que pede desculpas.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo