Você é beatlemaníaco? Prepare o lencinho para esse Carpool Karaoke com Paul McCartney por Liverpool

Por Metro Jornal

É beatlemaníaco? Prepare o lencinho para os 23 minutos desta edição do "Carpool Karaoke", quadro do The Late Late Night apresentado por James Corden e exibido nos Estados Unidos.

O apresentador britânico, baseado nos Estados Unidos, encerrou sua semana especial de programas produzidos na Inglaterra com uma entrevista emocionante com sir Paul McCartney dentro de seu carro, como manda a tradição. Os dois visitaram Liverpool, terra natal dos Beatles, com direito a voltas pela Penny Lane e até à casa onde McCa nasceu!

A passagem pela via tradicional de Liverpool rendeu até uma assinatura novinha de McCartney na placa da rua. Ainda do banco do passageiro, ele foi apontando a igreja onde participou do coral e onde o irmão se casou.

Eles também passaram pela barbearia citada na música: "Penny lane there is a barber showing photographs/Of every head he´s had the pleasure to have known" (Em Penny Lane há uma barbeiro exibindo fotografias de cada cabeça que ele teve o prazer de conhecer).

Desceram e surpreenderam a atual dona: "Podemos entrar na sua barbearia, amor?", perguntou McCa.  Ele se sentou na cadeira para dar um 'trato'. Nas paredes, muitas fotos dos próprios Beatles.

Paul McCartney e James Corden Reprodução

Corden também se emocionou ao cantar "Let it Be". "Cara, eu não aguento. Não achei que eu reagiria assim". "É o poder da música", respondeu McCartney.

James explicou o porquê das lágrimas. "Meu avô era músico. Eu me lembro que meu pai me colocou sentado e disse: 'Nós vamos tocar a melhor música que você vai ouvir na vida'. E eles tocaram essa música. Se meu avô estivesse aqui ele estaria extremamente feliz", contou Corden.

James Corden emocionado com Paul McCartney Reprodução

Na casa onde passou toda a infância e parte da juventude, McCartney contou das sugestões do pai nas primeiras composições que fez ao lado de John Lennon, devidamente ignoradas. "Ele disse: 'chega dessas músicas americanas. Não pode ser she loves you, yes, yes, yes em vez de she loves you yeah, yeah, yeah?' E aí dissemos: não", contou Paul.

O falecido McCartney também recebia os fãs dos Beatles com toda simpatia, relembrou Paul. "Ele dizia: 'entre, meu amor. Tome uma xícara de chá'. E eu dizia: 'não, pai!""

O passeio acabou em um pub onde um grupo seleto de sortudos foi surpreendido por um pocket show de Paul e sua banda!

Veja o vídeo abaixo (em inglês):

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo