Maluma tem quase R$ 3 milhões em itens de luxo roubados na Copa do Mundo

Por Reuters

O cantor colombiano Maluma teve itens de luxo avaliados em mais de 785 mil dólares (quase R$ 3 milhões) roubados de seu quarto de hotel próximo à Praça Vermelha, em Moscou, relatou nesta última terça-feira (19) à mídia russa, citando fontes policiais.

Um invasor roubou objetos de valor incluindo uma bolsa Louis Vuitton, 11 relógios de luxo, diversos itens da joalheria Cartier e 10 óculos cravejados com diamantes e pérolas, disseram duas fontes policiais ao portal de notícias RBC.

Leia mais:
Torcedores japoneses e senegaleses impressionam na Rússia ao limpar estádio após os jogos
Copa do Mundo: os cinco melhores gols do mundial até agora

Maluma, um dos maiores nomes da música latina, está na Rússia para assistir à Copa do Mundo.

A polícia de Moscou iniciou uma investigação sobre suposto roubo nesta terça-feira, relataram a RBC e a Interfax, citando uma fonte.

Uma porta-voz do hotel não deu detalhes sobre o incidente, mas disse à Reuters que uma investigação está sendo feita. “Nós tratamos a questão da segurança de nossos hóspedes e seus pertences muito seriamente e imediatamente informamos a polícia”, disse em e-mail.

Pouco após o meio-dia, no horário de Moscou, Maluma escreveu nas redes sociais que estava viajando à cidade de Saransk, onde a Colômbia iria enfrentar o Japão, publicando uma foto de si mesmo vestindo a camisa da seleção colombiana em frente a um avião.

“A caminho de SARANSK. Hoje nós finalmente acompanhamos nosso time COLÔMBIA!!”, escreveu Maluma, que é da cidade de Medellín, nas redes sociais.

O Japão derrotou a Colômbia por 2 x 1.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo