Masp entra com mandado para evitar pagar taxa de R$ 4,5 milhões em exposição

Por BandNews FM

O Masp (Museu de Arte de São Paulo) entrou com um mandado de segurança preventivo para evitar pagar uma taxa aeroportuária sobre o valor de 132 obras que virão do exterior para a exposição "Histórias Afro-Atlânticas", segundo a colunista da Rádio BandNews FM, Mônica Bergamo.

Leia mais:
Caminhoneiros impulsionam perfil do pré-candidato Ciro Gomes no Twitter
Receita libera consulta a primeiro lote de restituição do IR 2018 a partir desta sexta

A mostra abre no dia 28 de junho no Masp. Se não tiver sucesso, a instituição receberá uma conta de R$ 4,5 milhões, o equivalente a 0,75% do valor total das peças, de R$ 600 milhões. O valor pode inviabilizar a exposição.

Os aeroportos adotaram a política de cobrança neste ano: antes, os terminais calculavam a taxa segundo o peso da carga. Pelo método antigo, o Masp teria que pagar cerca de R$ 3.000 para trazer as mesmas 132 obras.

Até a manhã da última quinta-feira (8), o museu ainda postergava o embarque de obras da Jamaica à espera da decisão judicial. Há outras 16 viagens previstas, saindo dos EUA, da Europa e de outros países da América Latina.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo