Gordon Ramsay e Jamie Oliver lamentam morte de Anthony Bourdain

Por Estadão Conteúdo

Gordon Ramsay, Jamie Oliver, Christine Teigen, Bryan Cranston e até mesmo o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, lamentaram nas redes sociais a morte do chef e apresentador Anthony Bourdain. Conhecido por seu programa de viagens culinárias Sem Reservas, ele foi encontrado morto no quarto do hotel em que estava hospedado na França, onde gravava episódios da nova temporada do programa para a CNN.

Segundo o canal de notícias norte-americano, a causa da morte foi suicídio.

Bourdain ficou conhecido no início da década de 2000 com o livro Cozinha Confidencial, quando contou bastidores da sua história de duas décadas trabalhando no mundo culinário de Nova York, incluindo jornadas de trabalho extenuantes e sua luta contra o vício em drogas.

Com o sucesso das suas histórias, Bourdain foi contratado para fazer programas culinários na televisão norte-americana. Em 2005, ele começou o programa Sem Reservas, em que viajava pelo mundo para descobrir a culinária local dos países.

O programa passou pelo Brasil algumas vezes e era transmitido pelos canais pagos Discovery Home & Health e TLC.

Em 2013 ele levou seu programa para o canal de notícias CNN, onde estava na 11ª temporada.

"Chocado e triste com a morte de Anthony Bourdain. Ele trouxe o mundo para dentro de nossas casas e inspirou muitas pessoas a explorar culturas e cidades através da sua comida", destacou o chef Gordon Ramsay, no Twitter.

"Tenho que dizer que estou absolutamente chocado ao ouvir que o incrível Anthony Bourdain morreu. Ele realmente quebrou os paradigmas, elevou a culinária e era um escritor brilhante. Ele deixa chefs e fãs pelo mundo com um buraco que não será substituído. Descanse em paz, chef. Meus sentimentos para sua família e amigos próximos", disse o chef Jamie Oliver, no Instagram.

"Anthony. Um dos meus ídolos. Sem frescuras, apaixonado e um dos melhores contadores de histórias do planeta. Obrigado por tornar a culinária tão emocionante. E sempre falar por tudo o que é bom Horrível. Por quê? Fique em paz agora", escreveu Christine Teigen, no Twitter.

"De acordo com a Fundação Americana para Prevenção do Suicídio, há quase 45 mil sucídios todos os anos nos Estados Unidos. Chocante. Eu fiquei triste de saber das mortes de Kate Spade e Anthony Bourdain. Descansem em paz. Isso mostra que mesmo sucesso não é imune à depressão. Nós todos precisamos prestar mais atenção nos nossos amigos que estão sofrendo com isso", escreveu no Twitter o ator e diretor Bryan Cranston.

Segundo tuíte da CNN, o Trump declarou o seguinte sobre a morte de Anthony Bourdain: "Deus meus sinceros votos de condolências para sua família."

"Muito triste saber da morte de Anthony Bourdain por suicídio. Ele era um homem incrivelmente carismático e inspirador. Você nunca sabe quem está sofrendo ou qual batalha interna essa pessoa está lutando. A importância de estar presente para ouvir e falar não é pequena", afirmou ator Will Poulter.

Para quem busca ajuda, além de psicólogos e psiquiatras, o Centro de Valorização da Vida (CVV) oferece apoio online no site http://www.cvv.org.br, pelo telefone 141 ou 188 (dependendo do Estado), via Skype (acesso pelo site), ou e-mail (mensagem enviada também pelo site). Em todos os canais, o atendimento é feito por voluntários treinados e a conversa é anônima, com sigilo completo sobre tudo que for dito.

 

"Chocado e triste com a morte de Anthony Bourdain. Ele trouxe o mundo para dentro de nossas casas e inspirou muitas pessoas a explorar culturas e cidades atráves da sua comida".

"Tenho que dizer que estou absolutamente chocado ao ouvir que o incrível Anthony Bourdain morreu. Ele realmente quebrou os paradigmas, elevou a culinária e era um escritor brilhante. Ele deixa chefs e fãs pelo mundo com um buraco que não será substituído. Descance em paz, chef. Meus sentimentos para sua família e amigos próximos".

"Anthony. Um dos meus ídolos. Sem frescuras, apaixonado e um dos melhores contadores de histórias do planeta. Obrigado por tornar a culinária tão emocionante. E sempre falar por tudo o que é bom. Horrível. Por quê? Fique em paz agora".

 

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo