Harvey Weinstein se entrega à polícia após dezenas de acusações de abuso sexual

Por Ansa com Metro

O produtor norte-americano Harvey Weinstein se entregou à polícia nesta sexta-feira (25) e vai enfrentar as acusações de abuso e assédio sexual feitas por dezenas de mulheres, informou a emissora "NBC News".

Segundo vários veículos de imprensa norte-americanos, um "grande júri" foi formado há algumas semanas para ouvir evidências contra Weinstein.

Leia mais:
Gwyneth Paltrow diz que Brad Pitt ameaçou matar Harvey Weinstein após episódio de assédio
Cate Blanchett diz que foi assediada por Harvey Weinstein

O produtor é investigado por crimes sexuais em Nova York, Los Angeles e Londres, mas deve ser preso pelo caso envolvendo a atriz Lucia Evans, que foi forçada a lhe fazer sexo oral.

As denúncias vieram à tona em novembro de 2017 e incentivaram atrizes de Hollywood a relatarem outros casos ocorridos dentro da indústria cinematográfica, através dos movimentos "MeToo" e "Time's Up".

Além disso, após as acusações, Weinstein foi banido da Academia do Oscar, que criou um "código de conduta" para seus integrantes, com o objetivo de acabar com esse tipo de comportamento.

Nesta semana, a atriz Gwyneth Paltrow revelou que Brad Pitt, na época seu namorado, chegou a ameaçar o produtor após descobrir que ele tentara abusar sexualmente dela. "Se você molestá-la novamente, eu te mato", ameaçou na ocasião.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo