Gilberto Gil cancela show que faria em Israel em julho por motivos políticos

Por Band.com.br

Gilberto Gil e sua equipe decidiram cancelar um show que o cantor faria em, Tel Aviv, Israel, no dia 4 de julho. Em um comunicado oficial, a organização ressaltou que é um momento muito controverso no país, com as dezenas de mortes nos conflitos na fronteira com Gaza.

"O sentimento geral de todos é o de apreensão, porque Israel está atravessando um momento delicado. Esperamos a compreensão, já que este assunto também é delicado para nós. Amamos Israel e sempre nos sentimos muito amparados. Sem dúvida, haverá outras oportunidades e esperamos por tempos melhores", disse a produtora musical responsável, Arbel.

Leia mais:
Exposição em São Paulo reúne documentos do acervo pessoal de Antonio Candido
Bruna Marquezine nega que tenha barrado mulheres por ciúmes de Neymar

Ela ainda deixou claro que todo o dinheiro será devolvido aos fãs que adquiriram o ingresso antecipadamente. Esta não é a primeira vez que artistas se recusam a viajar até a região por conta de conflitos políticos que podem colocar em risco suas vidas.

Um caso recente foi o da atriz Natalie Portman, que decidiu não receber o prêmio Gênese, afirmando que não compactua com a atitude das forças militares israelenses na região de Gaza. Paul McCartney é outro grande nome que receberá o prêmio Wolf de Música, que também está em Israel.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo