Ministério da Cultura cobra devolução de verba captada para o filme O Som ao Redor

Por Metro Jornal

O Ministério da Cultura está cobrando do diretor Kleber Mendonça Filho a devolução de R$ 2,2 milhões (valor corrigido) a partir de verba recebida para produzir o filme “O Som ao Redor” (2013).

Considerado um dos melhores filmes brasileiros dos últimos tempos, ele foi produzido com verba pública após vencer um edital que determinava ser aceito “projetos com orçamento de, no máximo, R$ 1,3 milhão”.

Leia mais:
Caetano Veloso canta nesta sexta e sábado em SP; ainda há ingressos
Emilia Clarke conta que deixou de ver o próprio filme para assistir ao casamento real

Através de seu advogado, Kleber diz que uma medida desproporcional, injusta e excessiva, considerando que inexistem quaisquer indícios de locupletamento, dolo ou prejuízo ao erário, pois o objeto [o filme] foi entregue, o que é incontroverso no processo”.

Segundo ele, o valor captado acima do teto – R$ 410 mil – veio de outro edital, do governo de Pernambuco.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo