Segunda temporada de 13 Reasons Why é lançada na Netflix

Por Metro Jornal

Poucas cenas de séries mexeram tanto com a cabeça das pessoas quanto a de Hannah Baker (Katherine Langford) tirando a própria vida. Polêmico e controverso, o primeiro ano de “13 Reasons Why” rendeu um debate e tanto não apenas sobre suicídio, mas também sobre diversos outros temas, como assédio sexual, bullying e estupro.

Para responder as questões que ficaram em aberto na trama, ainda que a contragosto de muitos críticos, a Netflix lança nesta sexta-feira a segunda temporada. Os 13 novos episódios são ambientados alguns meses depois da morte da protagonista e exploram as histórias dos personagens citados pela adolescente nas fitas cassete.

Assim como nos capítulos iniciais, o personagem de Dylan Minnette, Clay Jensen, o amigo apaixonado por Hannah, continua servindo de guia para a narração feita no presente e no passado, só que desta vez ele está acompanhado pela presença da adolescente, que surge como um tipo de espírito que só ele vê.

“Depois do impacto dos primeiros episódios, todos nós percebemos o quanto a série poderia ajudar em uma mudança social, pelo menos dando início a conversas”, explicou Navarro. “A trama em si nunca foi só sobre suicídio, mas sobre o que acontece depois disso, como afeta a vida das pessoas”, disse Christian Navarro, que vive Tony Padilla, ao Metro Jornal em visita ao Brasil para divulgar a série.

Assim como no primeiro ano, a segunda parte da série da Netflix conta com alertas antes dos episódios que mostram o elenco falando sobre a importância de buscar apoio e anunciando o site 13reasonswhy.info, que reúne centrais de ajuda em todo o mundo. No Brasil, o CVV (Centro de Valorização da Vida) é indicado por meio de seu site cvv.org. br e telefone 188.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo